28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Pronunciamento - 07/03/2024, 12:12 - Da Redação - Atualizado em 07/03/2024, 12:25

Binho Galinha se manifesta pós prisão de assessor: "Confio na Justiça"

Bruno Borges França foi preso em operação da Polícia Federal (PF)

Binho Galinha e Bruno Borges França, seu assessor
Binho Galinha e Bruno Borges França, seu assessor |  Foto: Reprodução/Instagram

Após a prisão do seu assessor nesta quarta-feira (6), o deputado estadual Kleber Cristian de Almeida, o Binho Galinha (PRD), se manifestou alegando que Bruno Borges França não faz mais parte do seu gabinete desde o fim do ano passado.

Em nota divulgada através da assessoria de imprensa, Binho Galinha alega que o assessor foi desligado da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) logo após a deflagração da Operação El Patron, da Polícia Federal (PF).

Também alvo da mesma operação, o parlamentar garante não fazer parte de nenhum tipo de quadrilha, como apontam as investigações da PF. “Sempre estive à disposição da Justiça, na qual eu confio, e tenho certeza de que tudo será esclarecido.”

Quem é Bruno Borges França

Foragido desde dezembro de 2023, quando foi deflagrada a Operação El Patron, Bruno Borges França era secretário parlamentar no gabinete de Binho Galinha. Ele foi nomeado no dia 1° de janeiro de 2023.

De acordo com informações do portal Bahia Notícias, Bruno Borges recebia um salário de R$ 3,5 mil por seu trabalho de assessor. Antes de ser preso, ele foi exonerado do cargo um ano após iniciar o trabalho no gabinete, no dia 1º de janeiro de 2024, cerca de um mês depois da deflagração da operação da PF.

exclamção leia também