28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Mundo

Em investigação - 17/04/2023, 07:37 - Anderson Orrico

Pai de baiana morta na Argentina nega que recebeu carta de suspeito

Empresário afirma que Emmily teve surto psicótico

Baiana caiu de prédio e morreu na Argentina
Baiana caiu de prédio e morreu na Argentina |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Após ser divulgado na imprensa argentina sobre um suposto contato, o pai da baiana Emmily Rodrigues, que morreu após cair do sexto andar de um prédio na Argentina, negou que a família recebeu uma carta escrita pelo empresário Francisco Sáenz Valiente, principal suspeito da morte.

"Vi a informação sobre essa carta pela Internet, a família nunca recebeu carta nenhuma. Isso só nos traz ainda mais sofrimento", disse Aristides Rodrigues.

Leia mais:

Suspeito chamou emergência antes de baiana cair de prédio na Argentina

Amigas de baiana morta na Argentina revelam suposto esquemade estupro

Na suposta carta, divulgada em alguns sites argentinos, o suspeito afirma que a queda de Emmily foi acidental e que tentou salvá-la. Segundo o pai da vítima, tudo isso é para tentar criar uma boa imagem do empresário, preso desde o dia 30 de março por suspeita de feminicídio.

O resultado da autópsia também está em alguns sites do país, que afirmam que a jovem consumiu “cocaína rosa” no dia da queda. O advogado da família de Emmily, Ignacio Trimarco, negou a informação e disse que os resultados dos exames toxicológicos ainda não foram concluídos.

O empresário prestou depoimento à polícia e disse que Emmily teve um surto psicótico e se jogou da janela. No dia do ocorrido, ele entrou em contato com a emergência e pediu que um policial fosse até o seu endereço. Na ligação, é possível ouvir gritos de socorro de Emmily.

O pai e algumas amigas da jovem não acreditam na versão de suicídio contada por Francisco Sáenz Valiente. De acordo com o pai, no corpo da filha foram encontradas marcas de agressões que precedem a queda.

exclamção leia também