31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

ESPORTE - 05/04/2023, 16:34 - Pedro Moraes

Lenda da natação, Cesar Cielo aperta o botão do ‘off’ na carreira

O brasileiro deixa um legado de ser um dos principais nomes da natação do Brasil

O brasileiro deixa um legado de ser um dos principais nomes da natação do Brasil
O brasileiro deixa um legado de ser um dos principais nomes da natação do Brasil |  Foto: PEDRO UGARTE/AFP

Mais uma lenda do esporte brasileiro deu adeus à carreira de profissional. Trata-se do nadador Cesar Cielo. Em entrevista ao “Ça Va Paris”, o atleta admitiu que está oficialmente aposentado. Acima de tudo, o esportista é tido como um dos maiores da história do Brasil, onde somou três medalhas olímpicas, entre elas, uma de ouro.

No cartel de conquistas, Cielo soma o hexacampeonato mundial. Além disso, até o atual cenário, o recorde de tempo dos 50m livres com 20,91 segundos. Ainda na entrevista, o nadador abriu o jogo sobre a demora no tempo em anunciar a aposentadoria.

Vale lembrar que ele não entrava numa competição desde o Mundial de piscina curta em 2018, mesmo ano que nadou sua última prova nacional no Maria Lenk.

“O Hall da Fama trouxe um negócio para mim, que é uma tranquilidade em uma coisa que eu estava com muita dificuldade da carreira, que era ainda meio que me desprender daquele cara que me trouxe tanta felicidade. Por isso, que eu não me aposentei oficialmente. Eu não tinha coragem de colocar um ponto final. Eu estou aposentado, falo para todo mundo, não tenho intenção de voltar a nadar um campeonato Mundial, até porque não sinto que tenho mais a energia, disciplina e dedicação que isso exige”, iniciou Cielo.

Leia Mais

Campeão mundial relembra Copa de 2014: "Perdíamos a hora no bar"

Presida da CBF quer amistosos entre seleções de continentes diferentes

Barcelona e Real Madrid duelam por vaga na final da Copa do Rei

“Eu estou aposentado, mas eu não conseguia efetivamente colocar um ponto final de forma pública. De forma oficial. Porque parecia que eu estava enterrando um lado de mim que foi tão bem sucedido, que me trouxe tanta felicidade. Eu não queria largar esse cara que fez tudo isso pela minha vida. E o Hall da Fama trouxe essa tranquilidade para mim. Deu certo. Está feito. Cara, vai ser feliz. Está aqui todo esse processo e você ainda está sendo reconhecido junto com esses grandes nomes”, acrescentou.

Ao todo, são 38 medalhas somadas (24 ouros, 4 pratas e 10 bronzes). Ele também acumula o feito de ser o primeiro e único campeão olímpico da natação na prova dos 50m livre em Pequim 2008 com o recorde de tempo avaliado em 20,91 segundos.

exclamção leia também