24º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

marca a ser batida - 23/03/2024, 19:05 - AFP

Holandês é pole e pode igualar próprio recorde de 10 vitórias seguidas

Verstappen garantiu a terceira pole position consecutiva da temporada no Grande Prêmio da Austrália

Max Verstappen (Red Bull) tricampeão mundial de Fórmula 1
Max Verstappen (Red Bull) tricampeão mundial de Fórmula 1 |  Foto: GIUSEPPE CACACE/AFP

O tricampeão mundial de Fórmula 1, o holandês Max Verstappen (Red Bull) conquistou neste sábado (23) sua terceira pole position seguida da temporada no Grande Prêmio da Austrália e vai largar da primeira posição no domingo.

O corredor poderá igualar o desempenho do ano passado, quando venceu o GP em Melbourne e estabeleceu a marca de 10 triunfos seguidos nas corridas, superando o recorde anterior estabelecido pelo alemão Sebastian Vettel, com 9, em 2013.

Aspas

"Foi um pouco inesperado hoje, mas estou muito feliz. As duas voltas foram muito boas"

Max Verstappen

Diante de mais de 130 mil pessoas nas arquibancadas do circuito (um recorde para o GP em Melbourne), Verstappen conquistou a 35ª pole de sua carreira ao superar com sua Red Bull o espanhol Carlos Sainz, que voltou a pilotar sua Ferrari em Albert Park cerca de duas semanas após passar por uma cirurgia de apendicite.

Leia mais:

Adversário do Leão não venceu nenhum time acima da Série D em 2024

“Quero marcar história”, promete Carlos Santoro sobre trabalho no Baêa

No velho continente, Brasil está escalado para 'pegar' a Inglaterra

- "Eu não teria acreditado" -

"Tem sido um fim de semana um pouco difícil até agora. A Ferrari parece muito rápida nas corridas longas, então amanhã será um dia emocionante", acrescentou Verstappen.

Apesar do ótimo desempenho das Ferraris, o segundo lugar de Sainz foi uma surpresa, já que o piloto madrilenho foi submetido há apenas duas semanas à operação de apendicite que o impediu de correr em Jidá.

O espanhol admitiu ter passado por semanas "difíceis" e "muitos dias na cama esperando para ver se conseguiria competir".

"Se tivessem me dito há alguns dias que eu iria lutar pela pole, eu não teria acreditado", disse o espanhol.

"Não me sinto 100%, é impossível depois de passar tantos dias na cama", admitiu Sainz, único piloto a quebrar o domínio da Red Bull em 2023 com sua vitória em Cingapura.

exclamção leia também