26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

arrependimento? - 06/03/2024, 14:02 - Bruno Dias

Ex-comandante do United detalha treta com CR7: "Não gostou"

Segunda passagem do craque português pelos Red Devils teve um desfecho infeliz

Ole Gunnar Solskjaer treinou Cristiano Ronaldo na segunda passagem dele pelo Manchester United
Ole Gunnar Solskjaer treinou Cristiano Ronaldo na segunda passagem dele pelo Manchester United |  Foto: AFP

Um dos grande ídolos do Manchester United, Cristiano Ronaldo teve passagem marcante pelo clube entre os anos 2003 e 2009, conquistando títulos importantes, como Champions e Premier League. No entanto, a última união entre o time e o jogador tiveram um desfecho infeliz.

Treinado pelo norueguês Ole Gunnar Solskjaer na época, o português colecionou momentos conturbados e de muitas polêmicas, ficando no banco em alguns jogos e com tretas entre ambos vindo a tona nos noticiários. Em entrevista ao podcast "Stick to Football", o técnico detalhou os problemas que passou com o craque.

"Quando chegou no clube, ele me disse para colocá-lo de titular em três jogos seguidos, e então como reserva no quarto jogo. Mas é tão apaixonado que não gostou quando eu fiz isso", afirmou.

É fato que Cristiano Ronaldo se tornou um dos melhores jogadores da história e seu impacto nas equipes era evidente. Sendo um goleador nato, o atacante pecava na parte defensiva e, segundo Solskjaer, era um problema para o esquema tático dos Red Devils.

"Quando a equipe tinha a bola, não havia problemas. Mas sem ele pressionando, tivemos que mudar ligeiramente os papéis que tínhamos nos habituado. Éramos uma das equipes que mais pressionavam na Europa antes [da contratação de Cristiano Ronaldo] e deixamos Daniel James sair quando Ronaldo chegou”, explicou.

Leia mais:

Especulado na Seleção, Ancelotti pode cair no xilindró da Espanha

Baêa tem jogo barril contra o Ceará para disparar na 'Lampions League'

Vitória recebe o Itabaiana em busca de furar mais no Nordestão

Contudo, o comandante defende que, apesar dos entraves, contratar CR7 na época foi um acerto. "Contratá-lo foi uma decisão muito rápida. Quando ficou claro que ele ia sair da Juventus, fiquei entusiasmado. O clube perguntou se queria que tentassem, eu disse que sim. Não deu certo para mim nem para o Cristiano, mas foi a decisão certa naquele momento", declarou.

Após deixar o Manchester United, Cristiano foi se aventurar na Arábia Saudita, onde atualmente defende as cores do Al-Nassr.

exclamção leia também