30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Memória mundial - 08/11/2022, 15:46 - Pedro Moraes- Atualizado em 08/11/2022, 16:58

Catar 2022: Seleção eterniza ex-técnico do Vitória

O técnico Tite realiza homenagem póstuma a Carlos Amadeu, treinador que atuou por quatro anos na CBF

O técnico Tite realiza homenagem póstuma a Carlos Amadeu, treinador que atuou por quatro anos na CBF
O técnico Tite realiza homenagem póstuma a Carlos Amadeu, treinador que atuou por quatro anos na CBF |  Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Uma carreira concluída com sucesso, mas com a promessa de que cabia muito mais. Assim foi encerrada, de forma trágica, a trajetória de Carlos Amadeu. Em homenagem ao ex-treinador do Vitória e ex-profissional da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por quatro anos, o técnico Tite valorizou a história deixada pelo profissional.

“Representando os técnicos, obrigado, Amadeu. Essa nova geração que vem, de garotos, de uma categoria de base muito bem estruturada, dando a todos a condição de chegar à seleção principal, com a naturalidade, com o peso da responsabilidade, mas com alegria. Por isso, obrigado, Amadeu, falando de ti falo dos técnicos todos que tivemos a possibilidade de contar”, pontua Tite.

Em entrevista ao ge.globo, Ricardo Amadeu, de 31 anos, filho de Carlos, segue os passos do pai no Leão da Barra. Após ajudar o clube a subir para a Segundona de 2023 como auxiliar técnico, ele acompanhou a convocação ao vivo. “Para a nossa surpresa, quando começamos a ver, o Tite citou nosso pai. Estava com meu irmão (Matheus) assistindo na hora. Foi uma emoção enorme em casa”, cita.

Há pouco menos de dois anos, Carlos Amadeu morreu no dia 15 de novembro, aos 55 anos. Ele foi vítima de um ataque cardíaco na Arábia Saudita, onde trabalhava na oportunidade. Em sua carreira, atuou como técnico do profissional do Vitória, onde também ganhou nome como treinador e professor na base. Pelo Rubro-Negro, faturou o Brasileirão sub-20, enquanto como jogador esteve no grupo campeão brasileiro em 1988 pelo Bahia.

Pela seleção, ele treinou jogadores convocados para o Catar 2022, como por exemplo, o lateral e zagueiro Éder Militão, e os atacantes Vini Jr, Antony e Rodrygo, presentes no grupo do Campeonato Sul-Americano de 2019, no Chile.

exclamção leia também