27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Entretenimento

Revoltante - 03/01/2023, 17:14 - Tabitha Gomes

Ludmilla pede atitude do MP após vídeo de pai agredindo filhas

Cantora se mostrou indignada com a situação: 'Bora fazer alguma coisa', disparou

Ludmilla pede atitude do MP  após vídeo de pai agredindo filhas
Ludmilla pede atitude do MP após vídeo de pai agredindo filhas |  Foto: Reprodução Redes Sociais

O vídeo de um homem agredindo suas filhas na praia de Itapuã Salvador/Bahia já viralizou nas redes sociais trazendo grande repercussão e comoção pública. De acordo com as informações das testemunhas, as crianças apanharam após se perderem pelo local. A imagem mostra o homem arremessando a mais nova contra a areia da praia.

Com a repercussão do vídeo diversos internautas se posicionarem contra a atitude do homem , inclusive, a cantora Ludmilla. A funkeira repostou o vídeo e se mostrou revoltada com o caso.

“Não existe contexto que justifique essa violência. O que mais me deixa indignada é que ninguém fez nada. Bora fazer alguma coisa @MPdaBahia”, escreveu ela no Twitter, marcando o @ do Ministério Público da Bahia.

Fãs e seguidores de Ludmilla também mostraram indignação com a situação. “Esse vídeo me fez tão mal. Pelo amor de Deus @MPdaBahia faz uma coisa. Isso não pode ficar assim”, pediu uma pessoa. “Verdade Lud, fiquei indignada com essa cena, esse cara tem que ser preso urgente, ele fez na frente de muita gente, imagina o que ele não faz em casa com essas crianças”, falou outra. “Investigação em cima dele já! Deve fazer muito pior em casa. Um monstro”, disparou uma terceira.

Mesmo com a gravidade da situação, a Polícia Militar da Bahia informou que não foi acionada para a ocorrência. Já a Polícia Civil afirma, em nota para o Portal Massa! , que o homem foi identificado e será ouvido em uma unidade policial especializada na cidade onde a família reside. Além dele, também serão ouvidas as crianças envolvidas no caso. Ainda de acordo com as informações o Conselho Tutelar também está em contato com a polícia para contribuir com a apuração deste caso.

exclamção leia também