27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Entretenimento

Que situação! - 04/07/2024, 11:06 - Da Redação

Ator da Globo diz que está fazendo terapia sexual após vício em pornô

Artista enfrentou problemas de ejaculação por causa de consumo excessivo de conteúdos adultos

Artista é casado com dramaturgo e pai de um garotinho
Artista é casado com dramaturgo e pai de um garotinho |  Foto: Reprodução/Instagram @carmodallavecchia/

O ator Carmo Dalla Vecchia, conhecido pelos trabalhos feitos na TV Globo, colocou a boca no trombone e contou publicamente sobre um problema sexual dele. De acordo com o artista, que tem 52 anos e é casado com o dramaturgo João Emanuel Carneiro desde 2006, ele enfrentou um forte vício em pornografia por longos anos e faz terapia até hoje para lidar com essa situação.

Em entrevista ao programa 'Surubaum', apresentado pelo casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, Carmo Dalla Vecchia confessou que o consumo excessivo de conteúdos adultos acabou o enfiando em uma laranjada, pois ele desenvolveu problemas de ejaculação.

Segundo o ator, a terapia sexual, como a tântrica, foi o caminho que ele encontrou para se livrar do vício: "De tanto consumir pornografia, fui descobri que estava completamente adulterado. Depois que fiz essa terapia, tudo mudou. Foi e é uma experiência, até hoje, sensacional".

Assista:

O relato de Carmo atiçou a curiosidade de Luciana Gimenez, que estava participando do programa no mesmo dia que ele, e perguntou como a terapia sexual funcionava.

Leia mais:

Especialista em sexo anal? Ex-BBB abre o jogo sobre experiência

Além de Tony Salles, confira fotos de famosos baianos que posaram nus

Lázaro Ramos fez 'vuco vuco' no meio da rua na Bahia; saiba detalhes

"Essa terapia que existe, a pessoa vai te tocar no seu corpo, vai dar liberdade para ela. Tem alguma parte que não quer ser tocado? Tudo é combinado antes. A vida inteira, eu achei que era um homem que gostava de pegada forte. Fui descobrir aos 51 anos que eu não gostava de pegada forte, ficava mais excitado quando uma pessoa pegava na minha mão", respondeu ele.

exclamção leia também