28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

VIROU GRAÇA - 10/07/2023, 18:04 - Pedro Moraes- Atualizado em 10/07/2023, 18:14

Vídeo: Vazamento de óleo deixa pescadores ‘na bruxa’ em Madre de Deus

Somente neste ano, pelo menos três vazamentos foram registrados na cidade

Somente neste ano, pelo menos três vazamentos de óleo foram registrados na cidade
Somente neste ano, pelo menos três vazamentos de óleo foram registrados na cidade |  Foto: Reprodução/Vídeo

A vida do pai e da mãe de família, na cidade de Madre de Deus, situada no interior do estado da Bahia, que dependem da pesca para sobreviver tem sido de lamentações. Após o vazamento de óleo descoberto em junho deste ano, agora a nova ‘bronca’ da classe apareceu no último domingo (9), na região do Campo Dom João Mar. Essa é a terceira ocorrência registrada somente em 2023 no município.

Na localidade, manchas de óleo foram novamente flagradas por pescadores que estavam atuando no mar. Imagens e vídeos enviados à reportagem do Portal MASSA! exibem o atual cenário.

Com laudos periciais em vigência por parte de órgãos como o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), a advogada Juliana Miranda Castro, atuante na área ambiental, apontou em entrevista ao Portal MASSA!, que existem indícios, porém nada ainda confirmado, sobre do que se trata essa nova aparição do óleo.

“Está a se apurar, de onde vem esse óleo, dependemos muito dos laudos dos órgãos. Há forte indício de que esse óleo tenha relação com o caso de julho do ano passado. Em Madre [de Deus] fica o terminal que coloca para fora e recebe os materiais, como petróleo e gasolina. Só o laudo vai fazer se é petróleo cru, óleo refinado, gasolina de carro”, explicou.

Leia Mais

Vazamento de óleo mata animais e encobre manguezal em Madre de Deus

Vazamento de óleo em praia de Madre de Deus assusta pescadores

Marinha monitora baleia que está encalhada em São Francisco do Conde

A profissional de Direito reforçou que o derramamento de substância, como os casos passados no Terminal Marítimo da cidade, chamado de TEMADRE, é envolvido por falta de informação à sociedade local.

“Tudo é muito sigiloso. Não há informação [dos órgãos competentes] sobre a quantidade de óleo [que já foi derramada]. Não falou se pescador pode pescar, são sucessivos desastres ambientais, que o pescador fica sem saber se pode consumir ou vender aquele pescado. Entra na questão da saúde humana", finalizou Juliana.

Pais e mães de famílias

Representante do povo na localidade, o líder comunitário Zé Túnel ressaltou ao Portal MASSA! a sua preocupação. Ao citar as manchas de óleo, ele destacou o impacto financeiro, bem como ambiental que as manchas de óleo podem provocar na localidade e em municípios vizinhos. Segundo ele, mais de cinco mil profissionais serão prejudicados.

"Essa grande mancha de óleo estava presente na região ontem [domingo] afetando Madre de Deus, São Francisco do Conde, Saubara. A área do Campo Dom João Mar é muito importante, porque é ali que o pescador e a marisqueira tiram suas rendas, sobrevivem", lamentou.

Outros lados

A reportagem do Portal MASSA! procurou alguns órgãos competentes para saber esclarecimentos sobre este caso. Questionada, a Acelen informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que "não tem qualquer relação".

Do mesmo modo, também pela assessoria de imprensa, a Transpetro, subsidiária da Petrobras, relatou que "não foi identificado nenhum vestígio de óleo nas proximidades de suas instalações no Terminal de Madre de Deus. Também não há registro de vazamento".

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) também foi acionado pela reportagem. No entanto, até a publicação desta matéria, não houve retorno.

Por fim, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), também procurado, não respondeu ao questionamento até o momento. O espaço segue aberto para esclarecimentos.

exclamção leia também