27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Política - 16/05/2023, 15:09 - Santiago Oliveira

Primeira Audiência Pública do PDDU de Camaçari é marcada por confusão

Reunião teve bastante conturbação na última segunda-feira (15)

Dentinho do Sindicato (PT) apontou falta de transparência na construção do PPDU
Dentinho do Sindicato (PT) apontou falta de transparência na construção do PPDU |  Foto: Reprodução / Portal Abrantes

A primeira Audiência Pública sobre a construção do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Camaçari, realizada na Câmara de Vereadores, na tarde da última segunda-feira (15), foi marcada por bastante conturbação, com embates entre apoiadores do governo municipal e de militantes de oposição.

O presidente da Câmara, Flávio Matos (União Brasil), lamentou as interferências no andamento da Audiência. “Eles fizeram um papel ridículo na Casa do Povo, na discussão de uma peça importante para o desenvolvimento da cidade. Nós temos um PDDU ultrapassado, de 15 anos, onde a cidade era de um jeito, mas hoje é de outro. A gente precisa mostrar para a população que nós queremos o desenvolvimento de nossa cidade, a atração de investimentos e essa é a ferramenta que vai permitir que Camaçari avance, evolua, mas parece que a oposição não quer isso, quer fazer política já pensando na eleição do ano que vem, e não pensam que as pessoas estão desempregadas, que precisam realmente de oportunidades no mercado de trabalho, existem várias ocupações, condomínios e loteamentos que estão de forma irregular e a gente precisa organizar isso", disparou.

Leia mais: Petrobras reduz preços de diesel e gasolina para distribuidoras

Confira: Homem mira em irmão, mas ‘balaço’ atinge mulher no interior

Veja também: Especial: Lorenight canta Rita Lee em show gratuito nesta quinta-feira

O presidente ainda falou sobre o que pensa da participação na Audiência, da ex-secretária de Desenvolvimento Urbano, Juliana Paes, que foi impedida de falar por aliados do governo. “Se prestou a um papel feio aqui hoje, pouco republicano, fico triste. Ela já foi secretária do município e talvez ela não dê a devida importância a isso. Talvez ela não saiba o quanto atribuiu no currículo dela ser secretária de um município como Camaçari. Não respeita o povo de Camaçari, não trata a gente como igual, quer passar por cima. Ela sempre foi assim, muito poderosa, arrogante, e está lá em Provérbios, que ‘a arrogância precede a queda’, e sinto muito ver ela fazer um papel desse”, salientou.

Segundo o vereador Gilvan Souza (PSDB), a discussão calorosa na Audiência se deu justamente por conta da importância da peça. “Eu respeito a política de oposição, eu acho que é o papel deles na retomada de poder, tem que abrir debate, para mim está tudo tranquilo. A gente só não pode desrespeitar as questões físicas, não podemos chegar as vias de fato. Então enquanto estivermos nesse debate apenas caloroso e político, apesar de ser uma peça extremamente importante, a política está inserida em tudo", exaltou.

Já Dentinho do Sindicato (PT) apontou falta transparência na construção do PPDU e que disse que ela deve ser debatida com a população e não com funcionários de carreira e nomeados na Prefeitura. “Tem moradores de Monte Gordo, Vila de Abrantes e outros lugares que nem sabem que o PDDU está sendo discutido. Não se faz um PDDU à noite, não colocaram carro de som na rua comunicando a população. Tem muita gente que não vem na Câmara. Além disso a publicação do primeiro projeto tinha o valor de R$ 675 mil, e foi para R$ 8 milhões com a nova empresa, para onde vai esse dinheiro? Por que esse dinheiro todo? É você roubar o povo de Camaçari. Estou aqui fazendo minha parte como cidadão, filho dessa cidade, porque a gente precisa entender que Camaçari tem que ser tratada com transparência”.

exclamção leia também