28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Feira de Santana - 18/11/2023, 07:57 - Da Redação

Mulher demitida da Riachuelo diz que mãe de autista a prejudicou

Funcionária foi acusada de chamar criança de "bomba"

Funcionária foi acusada de chamar criança de "bomba"
Funcionária foi acusada de chamar criança de "bomba" |  Foto: Foto: Reprodução / Redes Sociais

A funcionária que foi demitida da loja Riachuelo, localizada no Shopping Boulevard, em Feira de Santana, após a denúncia de discriminação da mãe de uma criança autista, publicou sua versão da história nas redes sociais.

No vídeo, a ex-funcionária explica que é operadora de caixa da loja há mais de um ano e que sua colega de trabalho pediu que a cliente fosse atendida preferencialmente sem explicar a situação.

“Eu perguntei: ‘Por que você está passando essa cliente para mim?’ E ela me deu as costas. Até então, eu atendi a mãe e a criança super bem, eu nenhum momento eu destratei ela”, explicou.

A ex-funcionária disse que a confusão começou quando ela finalizou o atendimento e disse à colega: “Não traga mais essas bombas”.

“Bombas lá na Riachuelo querem dizer ‘cartão terceiros’. Não estamos nos referindo aos clientes, estão nos referindo a cartão. Porque dentro da empresa, trabalhamos com meta. Se passarmos o cartão Riachuelo, ficamos dentro da meta”, continuou.

A mulher ainda revelou que não sabia da situação da criança e fez um apelo a cliente da loja. “Você sabe que não falei nada com você ou seu filho e te atendi muito bem. Fui prejudicada e demitida injustamente. Tenho duas filha, estou passando dificuldades”.

O caso aconteceu na quinta-feira (16) e a mãe da criança, que aparece no vídeo registrado por outra pessoa, diz que apresentou uma carteira de identificação de autismo do filho e pediu prioridade. De acordo com ela, a funcionária respondeu: “Não me passe essas bombas não”. A Polícia Civil investiga o caso.

exclamção leia também