25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Feira de Santana - 18/04/2023, 18:22 - Santiago Oliveira

Análise da Fiocruz aponta que não há risco na Lagoa do Geladinho

Prefeitura da cidade aguarda resultado de amostras enviadas ao Lacen

O estudo foi realizado após a bactéria causadora da doença ser detectada na lagoa no mês de fevereiro
O estudo foi realizado após a bactéria causadora da doença ser detectada na lagoa no mês de fevereiro |  Foto: Prefeitura de Feira de Santana

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) analisou amostras de água coletadas na Lagoa do Geladinho, localizada no Parque Radialista Erivaldo Cerqueira, em Feira de Santana. Na sexta-feira (14), houve a constatação que não há risco de desenvolvimento da forma grave da cólera na cidade.

O estudo foi realizado após a bactéria causadora da doença ser detectada na lagoa no mês de fevereiro. Apesar do resultado do laudo, o parque segue interditado.

Leia mais: Procurador aponta fraude ao barrar construção luxuosa em Boipeba

Veja também: “Não é pedido”, dispara deputado sobre emendas

O laudo da Fiocruz mostra que o vibrião colérico encontrado não tem potencial de liberar a endotoxina que provoca a cólera. Dessa forma, não há risco de desenvolvimento da forma grave da doença. Entretanto, a presença da bactéria na água precisa ser tratada.

A prefeitura de Feira de Santana aguarda o resultado da coleta realizada pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen), no dia 10 de abril, para saber de onde inicia a contaminação.

Ainda conforme a prefeitura, os pacientes com suspeita de cólera devem procurar as policlínicas municipais, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) ou as Unidades de Saúde da Família (USFs).

exclamção leia também