31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Viver Bem

No ritmo certo - 15/11/2023, 10:41 - Artur Soares*

Preparadora vocal dos famosos dá dica de como ficar com a voz top

Com Ivete e Margareth no histórico de alunos, Camila Barros afirma ter método revolucionário que melhora a voz já na primeira sessão

Camila Barros, preparadora vocal
Camila Barros, preparadora vocal |  Foto: Raphael Muller / Ag. A TARDE

A voz é uma das principais ferramentas para a comunicação humana e desenvolve um papel essencial em diversos tipos de profissões. Por exemplo: ter uma voz bonita é o objetivo principal daqueles que almejam ganhar a vida cantando. Uma alternativa é buscar profissionais da área. Como a preparadora vocal Camila Barros, que criou um novo método para tratamento da voz, no qual ela promete levar qualquer um “do zero aos palcos”.

“No primeiro dia você já tem o resultado. Na primeira sessão eu já te entrego uma voz diferente”, garantiu em entrevista ao MASSA!. Misturando técnicas de ioga e exercícios musculares, Camila afirma que seu tratamento se diferencia do que os outros profissionais apresentam. “Não me ative só ao que foi me passado nos cursos que tomei. Fui unificando tudo e criei um método tríade, com acompanhamento, a parte da saúde e da pedagogia vocal”, detalhou.

Atualmente, ela conta com quase 200 alunos, incluindo grandes cantores baianos. No meio de seu histórico profissional, se destaca o nome de Ivete Sangalo e Margareth Menezes. A parceria com Veveta foi logo no início de sua carreira, e a fonoaudiólogo ficou surpresa com a experiência. “Foi bem estranho no início. A gente achou que ela não estaria lá e faríamos uma direção vocal da música”, admitiu. E com Margareth as coisas não foram tão diferentes. “Quando o artista chega a gente sempre dá aquele friozinho na barriga”, contou.

Camila trabalhou com Ivete no início de carreira da cantora
Camila trabalhou com Ivete no início de carreira da cantora | Foto: Reprodução

Apaixonada pela área desde a infância, a médica começou seu interesse pela voz por uma causa nobre. “Comecei a estudar fonoaudiologia por conta de meu irmão, que é autista. Quando comecei a estudar foi mais para cuidar e saber mais sobre ele”, revelou. Ela conta que, motivada por seu irmão, ela começou a se aprofundar em musicoterapia e como usar as melodias para tratamento de crianças neurodiversas. “Eu faço essa parte de ajudar eles a se comunicar e se desenvolver melhor, tudo através da música”, completou.

Camila Barros e Margareth Menezes
Camila Barros e Margareth Menezes | Foto: Reprodução

Para ela, a voz é imprescindível para qualquer tipo de profissional. “A voz é sua identidade. Ela é a expressão de seu eu”, acrescentou. Por fim, a doutora destaca que seu método não é apenas para quem quer subir aos palcos. “Qualquer pessoa que trabalhe e que use constantemente a voz a gente consegue fazer um trabalho de treino mesmo de oratória, dicção e impostação vocal”, pontuou.

Mitos sobre a voz

Assim como qualquer outro profissional da saúde, a fonoaudióloga também precisa combater alguns mitos espalhados pelo senso comum. Um deles é o de que a água gelada faz mal para a garganta. A doutora explica que o problema não é a água em si. “O que você não pode é dar choque térmico. Você está com a voz aquecida, cantando, e jogar a água gelada”, explicou. Em contrapartida, a maçã, endeusada por muitos cantores, mas não faz esse bem todo.

“A maçã por si só não vai fazer nada em sua voz, porque ela nem passa pelo trato vocal”, advertiu. Por fim, o principal mito e que vai deixar muita gente de queixo caído é sobre as balas de gengibre.

Apesar de serem vendidas no buzu como uma cura milagrosa, Camila conta que as balinhas, na verdade, servem como uma “anestesia” e, se não forem usadas corretamente, podem prejudicar mais do que ajudar. “Como você não vai estar mais sentindo nada e a dor cessou, você vai gritar, cantar de forma errada. Depois que passa, vem o efeito rebote”, advertiu,

Como conseguir uma voz bonita

O novo método de Camila promete tornar o sonho de uma voz bonita em realidade. Porém, a doutora deixou algumas dicas para já ir ajudando quem almeja turbinar a própria voz. “Se a pessoa está no zero, ela precisa procurar alguém que tire ela desse zero. Essa pessoa vai dar a base do canto”, analisou.

Também é essencial que a pessoa cuide da saúde de sua voz. Além dos clássicos vilões, como as drogas e o cigarro, a profissional também acrescenta um hábito que pode estragar a voz de qualquer um. “Você gritar da hora que acorda até a hora que dorme é a pior coisa que você pode fazer”, alertou. Para manter uma voz saudável, é necessário que a pessoa tenha uma boa hidratação e repouso, junto com a prática de exercícios para aquecimento da voz. “Até o bocejo faz bem para voz e pouca gente sabe. Já é um exercício vocal”, completou.

*Sob a supervisão do editor Jefferson Domingos

exclamção leia também