27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Viver Bem

Alerta ligado! - 13/12/2022, 08:03 - Agência Brasil- Atualizado em 13/12/2022, 08:17

Casos de Covid-19 voltam a estourar pelo Brasil e números preocupam

Nas últimas 24h foram registros 66,2 mil casos e 261 mortes

Mato Grosso do Sul e de Roraima não atualizaram os dados
Mato Grosso do Sul e de Roraima não atualizaram os dados |  Foto: Dhyeizo Lemos / Semcom

O Brasil registrou, em 24 horas, 66.232 novos casos de covid-19 e mais 261 mortes de vítimas do vírus, informa o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (12) pelo Ministério da Saúde.

Desde o início da pandemia, foram registradas 691.015 mortes pela doença. Até agora, os casos confirmados do vírus somam 35.643.770. Ainda segundo o boletim, 34.436.602 pessoas já se recuperaram da doença e 516.153 casos estão em acompanhamento.

O boletim desta segunda (12) não traz os dados atualizados dos estados de Mato Grosso do Sul e de Roraima.

Leia mais:

Bahia tem 8.627 casos ativos de Covid, diz Sesab

Confira os pontos de vacinação contra a Covid-19 nesta terça

Estados

De acordo com os dados disponíveis, São Paulo lidera o número de casos, com 6,23 milhões, seguido por Minas Gerais (3,97 milhões) e Paraná (2,80 milhões).

O menor número de casos é registrado no Acre (156 mil). Em seguida, aparecem Roraima (180 mil) e Amapá (182,1 mil).

Quanto às mortes em consequência da covid-19, São Paulo é o estado que apresenta o maior número (176.631), seguido de Rio de Janeiro (76.244) e Minas Gerais (64.061).

O menor número de mortes foi no Acre (2.033), seguido por Amapá (2.165) e Roraima (2.177).

Vacinação

Até esta segunda-feira (12), foram aplicadas 495,4 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 no país. Destas, sendo 181,1 milhões eram primeira dose e 163,6 milhões, segunda. A dose única foi aplicada em 5 milhões de pessoas.

A primeira dose de reforço foi aplicada em 101,7 milhões de pessoas e a segunda, em 38,9 milhões.

exclamção leia também