31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Viver Bem

Mosquito barril - 11/03/2024, 17:59 - Da Redação

Além de dengue, Bahia registra mortes por chikungunya

Óbitos aconteceram no interior do estado, de acordo com a Sesab

Pacientes com suspeita de dengue recebem atendimento
Pacientes com suspeita de dengue recebem atendimento |  Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com números alarmantes de casos de dengue e 12 mortes causadas pela doença, a Bahia também registrou dois óbitos causadas pela chikungunya, este ano, informou a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), nesta segunda-feira (11).

De acordo com a pasta, as mortes aconteceram em Ipiaú, no Baixo Sul baiano, e em Teixeira de Freitas, no Extremo Sul. A Sesab não deu detalhes como idade e sexo das vítimas.

Assim como a dengue, a chikungunya também é transmitida através da picada do mosquito Aedes aegypti e um dos principais sintomas é a dor nas articulações.

Epidemia de dengue

Dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Sesab apontam que a Bahia tem 175 municípios em estado de epidemia de dengue. Outros 67 estão em risco e 18 em alerta. São 45.386 casos prováveis da doença até o dia 9 de março de 2024, marcando um aumento de 307,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Em mais uma ação para conter o avanço do Aedes aegypti, o Governo da Bahia, realiza, de hoje (11) até sexta-feira (15), a Semana de Mobilização e Combate ao Mosquito Aedes aegypti, com o objetivo de intensificar as ações de sensibilização e mobilização para a prevenção.

Para a secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana, o momento é de unir esforços para conter o avanço da dengue, zika e chikungunya. “Com cada um fazendo a sua parte, é possível conter o avanço da dengue e evitar novas mortes. No dia 12, teremos ações em órgãos públicos estaduais, como a vistoria de prédios e limpeza de áreas, visando justamente a eliminação de criadouros”, disse.

Letalidade

A Bahia possui um dos menores índices de letalidade por dengue em todo o Brasil, girando em torno de 1,40%, enquanto a média nacional é de 3,09%. O cálculo é feito com base nos casos notificados que evoluem para a forma grave da doença. Ao todo, 12 óbitos por dengue foram confirmados pela Câmara Técnica Estadual de Análise de Óbito da Sesab nas cidades de Vitória da Conquista (3), Jacaraci (4), Piripá (1), Irecê (1), Feira de Santana (1), Barra do Choça (1) e Ibiassucê (1).

exclamção leia também