32º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Serviços

Oportunidade! - 18/04/2023, 07:00 - Maria Laura S. de Souza

Embasa oferece 140 vagas para Programa Partiu Estágio 2023

As inscrições poderão ser realizadas até o dia 28 de abril através do site www.programapartiuestagio.saeb.ba.gov.br

Programa Partiu Estágio 2023 com 140 vagas
Programa Partiu Estágio 2023 com 140 vagas |  Foto: Reprodução Site Embasa

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) disponibilizou 140 vagas para o Programa Partiu Estágio 2023, do Governo do Estado. A Secretaria de Administração da Bahia (SAEB) está ofertando ainda outras 5.917 vagas para estágio em instituições e órgãos vinculados ao Estado. As inscrições poderão ser realizadas até o dia 28 de abril através do site www.programapartiuestagio.saeb.ba.gov.br.

Conforme a gerência de comunicação da Embasa, das 140 vagas, 62 são para a capital. “Os outros municípios contemplados são Alagoinhas, Barreiras, Caetité, Camaçari, Candeias, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itamaraju, Jequié, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bomfim e Vitoria da Conquista”, afirma.

Na Embasa, os estágios abrangem os cursos de Administração, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Ciências Econômicas, Comunicação Social, Direito, Enfermagem, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Química, Geologia, Gestão em Recursos Humanos, Jornalismo, Pedagogia, Química, Serviço Social e Sistemas de Informação.

Segundo a nota da assessoria de comunicação da Embasa, “o estágio na Embasa permite que o estagiário vivencie, na prática, em ambiente corporativo, a teoria apreendida na instituição de ensino”. A nota diz ainda que o estagiário traz os seus conhecimentos teóricos e de vida, agregando no conhecimento dos profissionais que atuam na empresa e enriquecendo a cultura da Embasa.

As inscrições estão abertas desde o dia 27 de março e vão até às 23h59 do dia 28 deste mês. Na inscrição, o aluno deve escolher 3 locais de estágio por ordem de interesse, levando em consideração o curso, turno de estudo e município em que estuda ou reside. O quadro de vagas com a relação de locais de estágio, quantidade de vagas e cursos de atuação, estão disponíveis no site da SAEB.

De acordo com Célio Alcântara, coordenador do projeto Partiu Estágio, para participar, o aluno precisa ter concluído pelo menos 50% do curso de graduação em sua área de atuação. “O aluno tem que ter mais de 16 anos. A duração do estágio será de 1 ano, sem possibilidade de prorrogação. Todos os estágios do programa são remuneradas com uma bolsa no valor de R$455,00, e mais auxílio-transporte e seguro de vida”, informa.

A carga horária será de 4h diárias, contabilizando 20h semanais, incluindo sábados e domingos, se for solicitado pela administração da instituição. Após o período de inscrições, o estudante que for selecionado para a vaga será convocado através do e-mail.

Célio explica ainda que os alunos podem ter prioridades no preenchimento de vagas. “A prioridade número um são alunos com o CadÚnico, em segundo aqueles que vieram do ensino médio na escola pública e em terceiro os alunos de escola particular, mas com bolsa”, explica.

Neste edital, 58 órgãos do Governo estão recebendo estagiários em 267 municípios baianos. Em Salvador, estão disponíveis 1.514 vagas nos diversos cursos viabilizados. “Para o aluno é uma oportunidade de emprego, renda e aprendizado. Dentro de uma estrutura complexa que é o Estado, eles vão ter a oportunidade de aprender assuntos diversos e também formatar a sua rede de contatos”, afirma Célio.

O coordenador também acredita que o órgão que recebe os estagiários também são beneficiados de forma ampla. “É uma oportunidade de troca de informações com a academia, a oportunidade de renovação dos conhecimentos do próprio órgão, uma oportunidade de reestruturação de serviços do próprio estado a partir desses conhecimentos”, conclui.

De acordo com Célio, desde 2017 já foram contratados quase 15.000 estudantes. Destes, 66% foram mulheres, 69% tiveram CaÚnico, 84% se declararam negros, e 87% estudaram em escola pública. “É um programa com extensão social muito forte e amplo. Mais dúvidas, temos disponível o e-mail [email protected]”, finaliza.

exclamção leia também