26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Chocante! - 10/10/2023, 12:08 - Dara Medeiros

Vítimas do influencer crente dão detalhes dos abusos e agressões

Victor Bonato foi preso provisoriamente por suspeita de estupro

Victor Bonato está sendo acusado de estuprar fiéis
Victor Bonato está sendo acusado de estuprar fiéis |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

As supostas vítimas do influencer crente Victor Bonato, de 27 anos, prestaram depoimento à Polícia e deram detalhes dos abusos sexuais, agressões e violências psicológicas que teriam vivido nas mãos do blogueiro. Segundo as três jovens, ele agiu de forma ameaçadora e se mostrou ser um verdadeiro lobo em pele de cordeiro.

Preso provisoriamente por apresentar ameaça de fuga após gravar um vídeo para se desculpar pelos “pecados” e anunciar que faria um “retiro espiritual, o pregador evangélico está sendo acusado de estupro e violação sexual mediante fraude. Todas as mulheres eram fiéis da igreja “Galpão”, comandada por ele e um sócio no Alphaville de São Paulo.

Estudante dá detalhes dos abusos e agressões

A primeira mulher a denunciar Victor Bonato foi uma estudante de 19 anos. Segundo a jovem, o influenciador passava confiança por ser um homem religioso e bem intencionado, mas tudo mudou quando eles foram assistir um filme juntos e ele começou a passar a mão no corpo dela.

Ela teria perdoado o ‘deslize’ após Victor pressioná-la e enviar muitas mensagens insistindo por um encontro. Nesse dia, ela foi a casa dele e foi forçada a tocar no p*nis dele. Mesmo pedindo para que ele parasse, ele a obrigou a tirar a roupa, a imobilizou e só parou depois de muita insistência dela.

Vítimas dizem que pregador usava influência para manipulá-las
Vítimas dizem que pregador usava influência para manipulá-las | Foto: Reprodução/Redes Sociais

A jovem ainda voltou a se encontrar com ele em mais três ocasiões. Inicialmente, ela levou uma amiga para inibir os abusos, mas ele tentou assediá-la da mesma forma. Victor continuou mandando mensagens para ela, que cedeu e decidiu ter uma relação sexual com ele, mas mudou de ideia quando ele começou a ficar agressivo. Ela acabou sendo estuprada duas vezes.

Sexo oral forçado

A segunda moça a denunciar o influencer crente também foi uma estudante. De acordo com o depoimento da jovem de 20 anos, a violência sexual aconteceu de uma forma muito parecida com a da primeira vítima, pois ela teria ido assistir um filme com o pregador na casa dele e foi surpreendida com carícias indesejadas.

Apesar de ter recusado, a moça também voltou a se encontrar com Victor e ele acabou tentando forçá-la a fazer sexo oral nele. O influencer a imobilizou no sofá, colocou o p&nis perto do rosto dela e só soltou a jovem quando ela pegou no órgão para tentar afastá-lo e ele acabou ejaculando.

Empresária diz que foi enganada e violentada

A terceira mulher a denunciar foi uma empresária de 24 anos que disse que passou pela mesma situação e foi coagida por Victor após ele usar o cargo religioso para que ela fizesse tudo o que ele mandava. Ela acabou sendo estuprada também na casa dele e ainda recebeu ameaças nas redes sociais para enviar fotos nuas para ele.

Leia também:

Influencer crente é preso suspeito de estuprar fiéis

Influencer crente tem áudios divulgados: "Mostra esse peito"

exclamção leia também