25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

BARBARIDADE - 14/12/2023, 17:44 - Da Redação

Primo suposto autor de morte de criança pode ficar protegido

A Justiça do Rio de Janeiro optou por manter a prisão do pedreiro apontado como autor da morte

A Justiça do Rio de Janeiro optou por manter a prisão do pedreiro apontado como autor da morte
A Justiça do Rio de Janeiro optou por manter a prisão do pedreiro apontado como autor da morte |  Foto: Reprodução/Redes sociais

O pedreiro Reynaldo Rocha Nascimento teve a prisão mantida após audiência de custódia realizada, nesta quarta-feira (13), pela Justiça do Rio de Janeiro. Aos 22 anos de idade, o homem é apontado como autor do estupro seguido de morte da garota Kemilly Hadassa Silva, de 4 anos.

Conforme decreto da Justiça, ficou determinado que ele fique em cela onde “seja respeitada sua integridade física”. O suspeito está preso desde o último domingo (10), após o crime cometido em Nova Iguaçu (RJ), na Baixada Fluminense. Um dos detalhes mais chocantes do caso é que ele é primo da mãe da menina.

Ainda assim, dentro da decisão, a juíza que conduziu a audiência de custódia definiu à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) que providencie “a prisão do custodiado em cela que seja respeitada sua integridade física, diante dos relatos do indiciado de que teria sido ameaçado e agredido por outros presos”.

Leia mais

Primo estupra e mata criança de 4 anos por ela "começar a chorar"

Corpo de criança desaparecida é encontrado enterrado dentro de saco

Durante a audiência, segundo divulgado pela CNN Brasil, o rapaz disse “foi agredido por ocasião de sua prisão”. Conforme a magistrada, Reynaldo foi submetido a exame de corpo de delito.

exclamção leia também