26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Pela ordem - 07/04/2024, 08:01 - Da Redação

PM chegará reforçada para garantir Ba-Vi da paz na final do Baianão

Serão 900 policiais militares a postos no estádio e em vários pontos da cidade

612 agentes estarão voltados somente para o estádio e o entorno
612 agentes estarão voltados somente para o estádio e o entorno |  Foto: Divulgação/PM

Com uma expectativa de público de mais de 48 mil pessoas lotando a Arena Fonte Nova para a final do Campeonato Baiano, a Polícia Militar da Bahia reforça seu efetivo com 900 policiais militares num esquema especial de segurança. Desse total, 612 agentes estarão voltados somente para o estádio e o entorno. A partida vai rolar a partir das 16h deste domingo (7).

As ações serão realizadas pelo Batalhão Especializado em Policiamento em Eventos (Bepe), pelo Batalhão de Polícia de Choque, pela Academia de Polícia Militar (APM), Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT)/ Rondesp BTS, Grupamento Aéreo (Graer), 2ª CIPM e outras companhias especializadas.

Serão utilizadas 22 duplas de policial/cavalo para prevenir tumultos e confusões dentro e no entorno da Fonte Nova. O policiamento convencional e especializado também vai intensificar as ações nas estações de transbordo, nos grandes corredores de tráfego, assim como nos locais de grande circulação de torcedores.

O Bepe realizará ainda o acompanhamento da torcida do Bahia desde a Praça da Piedade, onde a concentração está marcada para às 11h, até o estádio. O acompanhamento da delegação do Vitória será realizado pelo efetivo do Bepe com o apoio do Esquadrão de Motociclistas Águia, Batalhão de Patrulhamento Tático Móvel (BPatamo) e apoio aéreo do Graer. Já o acompanhamento da delegação do Bahia será feito pelo efetivo do Bepe com o apoio do Batalhão de Pronto Emprego Operacional (BPEO).

“O Bepe recomenda que, por questões de segurança, o torcedor cheguei cedo ao estádio, não leve fogos de artifício, bem como objetos que possam ser utilizados para a prática de violência. Importante também para o torcedor consentir e colaborar com a busca pessoal de prevenção e segurança que será realizada nos portões de acesso ao estádio”, orienta o comandante do Bepe, tenente-coronel Vinhático.

exclamção leia também