32º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Força tarefa - 11/08/2023, 13:57 - Anderson Orrico

PF e SSP se unem contra crime organizado na Bahia

Acordo de Cooperação Técnica (ACT) vai intensificar o enfrentamento às organizações e associações criminosas

Acordo vai vigorar durante dois anos, podendo ser estendido pelo mesmo prazo
Acordo vai vigorar durante dois anos, podendo ser estendido pelo mesmo prazo |  Foto: Shirley Stolze/Ag. A TARDE

Na manhã esta sexta-feira (11), a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) e a Polícia Federal (PF) deram o ponta pé inicial em uma Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO). O anúncio foi realizado em Salvador.

De acordo com a PF, o Acordo de Cooperação Técnica (ACT) vai fortalecer a relação entre os dois órgãos e intensificará o enfrentamento às organizações e associações criminosas.

"A ideia é a gente fortalecer cada vez mais o combate ao crime organizado. A gente institui a FICCO colocando no mesmo ambiente policiais federais, civis, militares, peritos técnicos e bombeiros, para trabalhar na identificação, neutralização e prisão das principais lideranças do crime organizado", ressaltou o secretário de segurança pública, Marcelo Werner.

O secretário também afirmou que a integração entre os governos estadual e federal será feita de forma pontual, caso eles entendam que exista a necessidade.

"A Polícia Federal tem uma expertise grande na parte de inteligência e nós vamos somar esforços através das polícias civil e judiciária. Se for necessário, pontualmente, tanto policiais civis como federais estarão nas ruas para cumprir mandatos".

Segundo a PF, a parceria tem o objetivo de combater também o tráfico de drogas e armas, delitos de furto, roubo e receptação de cargas e valores, lavagem e ocultação de bens, direitos e valores e demais crimes conexos.

O Acordo de Cooperação Técnica vai vigorar por dois anos, a partir da assinatura ou da publicação no Diário Oficial da União, e pode ser prorrogado por igual período, mediante a celebração de aditivo.

Também participaram do evento o superintendente regional da PF, Flávio Albergaria, o diretor de investigação e combate ao crime organizado, Ricardo Andrade Saadi, a delegada - geral da polícia civil da Bahia, Heloísa Campos de Brito, o Comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Paulo José Coutinho e a diretora do departamento de polícia técnica, Ana Cecília Cardoso Bandeira.

exclamção leia também