26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Pego no flagra - 20/03/2024, 14:12 - Dara Medeiros- Atualizado em 20/03/2024, 15:08

Pedófilo do Arenoso: homem viciado em pornografia infantil é preso

Suspeito de armazenar e compartilhar imagens pornográficas de crianças e adolescentes pagava por conteúdos criminosos

Suspeito morava no bairro do Arenoso, em Salvador
Suspeito morava no bairro do Arenoso, em Salvador |  Foto: Divulgação/PC

Com mais de 30 agentes, uma grande operação policial no bairro do Arenoso, em Salvador, terminou com a prisão em flagrante de um suspeito de armazenar e compartilhar imagens pornográficas de crianças e adolescentes. De acordo com informações da delegada Simone Moutinho, titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e ao Adolescente (Dercca), o homem também pagava por pornografia infanto-juvenil e tinha uma grande quantidade destes conteúdos criminosos em casa.

"Fizemos todo o trabalho de inteligência e hoje fomos cumprir o mandado de busca e apreensão. Chegando ao local, foi constatada a veracidade, principalmente no celular, tanto na galeria quanto no Telegram. Havia farto material de cenas de sexo e nudez envolvendo crianças e adolescentes, inclusive bebês", contou a delegada em entrevista à imprensa.

O homem, que tem cerca de 30 anos, tentou negar o crime à polícia durante a prisão. Mesmo com os policiais encontrando muito material pornográfico salvo no celular e computador dele, o suspeito afirmou que apenas "entrava de forma aleatória na internet", querendo se safar da culpa.

Apesar da prisão em flagrante, o pedófilo do Arenoso ainda aguarda que a Justiça bata o martelo sobre a sua punição. "Ele foi preso em flagrante e agora está à disposição da Justiça para ser apresentado em audiência de custódia", explicou Simone Moutinho.

Delegada explica a razão da grande operação

A operação para prender o suspeito de comprar, armazenar e compartilhar pornografia infanto-juvenil no Arenoso reuniu mais de 30 policiais e o número chamou atenção. Ao ser questionada sobre a razão da escolha de envolver tantos agentes para o caso, a delegada titular da Dercca explicou detalhes da ação.

Conteúdos pornográficos foram encontrados em equipamentos eletrônicos
Conteúdos pornográficos foram encontrados em equipamentos eletrônicos | Foto: Divulgação/PC

"Pela prioridade que se dá a crianças e adolescentes, mas porque neste momento, crianças estão sendo traficadas, crianças estão sendo sequestradas, crianças estão sendo estupradas para abastecer esse tipo de mercado, e a população deve, tem que rechaçar esse tipo de conduta", disse.

A ação deflagrada pelo Departamento de Proteção à Mulher, Cidadania e Pessoas Vulneráveis (DPMCV), por meio da Dercca, foi fruto de uma denúncia realizada ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDH), no Disque 100.

exclamção leia também