26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

pra trás das grades - 11/06/2024, 13:40 - Da Redação

PC prende 'espertinha' que enganava vítimas para pegar empréstimos

Mulher já fez ao menos nove vítimas no extremo sul da Bahia

Suspeita enganava pessoas com vulnerabilidade social
Suspeita enganava pessoas com vulnerabilidade social |  Foto: Divulgação - Ascom/PC

Uma mulher apontada como estelionatária teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na segunda-feira (10), no bairro Novo Prado, em Itamaraju, no extremo sul da Bahia. A suspeita tem 24 anos e já fez ao menos nove vítimas na localidade.

De acordo com investigações da Polícia Civil, a mulher enganava pessoas em situação de vulnerabilidade social, oferecendo cadastro para os programas Minha Casa, Minha Vida e Siga Antenado. Em seguida, ela pegava os dados pessoais e retirava empréstimos em nome das vítimas.

"A investigada solicitava documentos pessoais, bem como comprovantes de residência e até mesmo solicitava selfie das vítimas, sabendo que estas fotos eram exigidas para solicitação de cartões de créditos de bancos digitais", informou o titular da Delegacia Territorial de Itamaraju, Gilmar Meireles Prates.

Leia mais:

Desafeto que tacou água fervente na companheira vai pro xilindró

Desalmado que agrediu grávida em SSA tem prisão preventiva decretada

"Ela, então, realizava o empréstimo, sendo que os valores, normalmente de R$ 15 mil a R$ 18 mil, eram debitados mensalmente nas contas de energia, em parcelas de aproximadamente R$ 200. As investigações apontaram que cerca de R$ 30 mil já foram descontados das contas das vítimas", detalhou.

Após ouvir os relatos de nove testemunhas do golpe, a PC orienta a novas pessoas que foram alvos do estelionato procurarem a delegacia para registrar ocorrência. Durante o cumprimento do mandado, cartões de crédito, boletos de energia e água, notas promissórias, máquinas de cartão e celulares foram apreendidos.

A mulher confessou ter feito os crimes e justificou a ação para pagar dívidas com agiotas. Ela foi encaminhada para Teixeira de Freitas, onde está à disposição do Poder Judiciário.

exclamção leia também