26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Impunidade - 25/10/2022, 14:00 - Louise Batista - Atualizado em 25/10/2022, 15:04

Patrões que torturaram funcionários em Salvador continuam soltos

Os trabalhadores denunciaram os patrões por tortura em agosto deste ano

omens são agredidos por ex-patrões após acusação de roubo em Salvador
omens são agredidos por ex-patrões após acusação de roubo em Salvador |  Foto: Reprodução TV Bahia

A justiça negou pedido prisão para os patrões que queimaram e torturaram os funcionários William de Jesus e Marcos Eduardo Serra. Os trabalhadores denunciaram os patrões por tortura, em agosto deste ano. O caso estava sendo investigado pela Policia Civil e Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT-BA).

A última situação do caso envolvendo os patrões, Alexandre e Diógenes Carvalho, foram no dia 31 de agosto, onde o delegado Willian Achan tinha ouvido os acusados, que confessaram as agressões, mas alegaram que não torturaram os jovens. Com esse último depoimento, o delegado do caso tinha afirmado que ainda não havia elementos para pedir a prisão dos patrões das vítimas.

exclamção leia também