30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Novo capítulo - 22/11/2023, 07:55 - Silvânia Nascimento

Outros suspeitos podem ter participado da morte de Sara; entenda

Além de Ederlan, mais três suspeitos foram identificados e presos

Corpo da cantora foi encontrado parcialmente queimado no dia 27 de outubro
Corpo da cantora foi encontrado parcialmente queimado no dia 27 de outubro |  Foto: Outros suspeitos podem ter participado da morte de Sara; entenda

Além dos quatro suspeitos já presos, outras pessoas podem ter participado da morte de Sara Mariano. A informação foi apurada pelo Portal Massa! com defesa da família da cantora evangélica.

Questionado sobre a chance de haver novos envolvidos no crime, o advogado da família da vítima, não entrou em detalhes, mas confirmou a possibilidade. "Acreditamos que sim. Podemos ter ainda novidades", disse Marcus Rodrigues à equipe de reportagem do Portal Massa!

Até então, quatro pessoas já foram detidas. A última prisão ocorreu na noite de terça-feira (21), quandooajudante de obras Victor Gabriel Oliveirae entregou à polícia. Além dele, Ederlan (marido de Sara), Gideão Duarte (motorista por aplicativo) e o Bispo Zoda já estão no sistema prisional.

À frente do caso desde o início da tragédia, Marcos, um dos advogados da família de Sara Mariano, acompanha de perto e junto as autoridades o andamento das investigações que visam desvendar todos os desfechos do crime.

Importante lembrar que, de acordo com a lei, o advogado de defesa tem direito de acessar provas e outros elementos do caso, como explica Rafael Valentini, advogado criminalista, pós-graduado em Direito e Processo Penal pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

"Ao advogado de defesa é assegurado o direito de acessar todos os elementos de prova do processo (com exceção às provas que ainda estejam sob produção, como por exemplo uma interceptação telefônica ainda não concluída), conforme previsto pela Constituição Federal e jurisprudência pacífica do Supremo Tribunal Federal", explicou Rafael.

Leia mais:

Vídeo mostra momento que Victor se entrega à polícia: "Perdão"

Ida de filha de Sara e Ederlan à escola pode trazer ‘verdade’ à tona

exclamção leia também