24º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

A casa caiu! - 26/04/2023, 12:32 - Da Redação

Operação Metallis: fios de cobre sem procedência apreendidos em sucata

Cinco locais irregulares foram fiscalizados por equipes da SSP e órgãos estaduais e municipais

Vistoria flagrou material irregular, que foi recolhido
Vistoria flagrou material irregular, que foi recolhido |  Foto: Rafael Rodrigues/SPP

Fios de cobre sem origem comprovada encontrados em um ponto comercial que trabalha com sucatas, na região da Polêmica, em Salvador, foi apreendido pelas equipes empregadas na terceira fase ‘Operação Metallis’, deflagrada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), nesta quarta-feira (26). Ação tem como objetivo fiscalizar e apreender objetos frutos de furtos na capital baiana.

Cinco pontos comerciais irregulares foram vistoriados na região central da capital baiana. No bairro do Tororó, próximo à Estação Nova Lapa, um outro local de sucata que funciona 24h passou por varreduras de integrantes das polícias Civil e Militar.

Lá as guarnições identificaram que o alvará de funcionamento estava irregular. Equipes da Prefeitura Municipal de Salvador que atuam na ação foram acionadas.

Equipes da Companhia Baiana de Eletricidade (Coelba) também identificaram que o estabelecimento mantinha os medidores de eletricidade de maneira irregular, na parte interna do estabelecimento.

Outros três pontos localizados no bairro de Nazaré e na região do Comércio estão sendo vistoriados pelos policiais. Equipes do Corpo de Bombeiros Militar e do Departamento de Polícia Técnica (DPT) acompanham a ação para possíveis perícias.

Materiais apreendidos serão encaminhados para a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) e, posteriormente, levados para o DPT.

Participam da ação integrantes das Superintendências de Gestão Integrada da Ação Policial (Siap), Inteligência (SI), de Telecomunicações (Stelecom) e de Gestão Tecnológica Organizacional (SGTO) da SSP, das polícias Militar, Civil e Técnica, além do Corpo de Bombeiros Militar, da Secretaria da Fazenda do Estado, da Neoenergia Coelba, Guarda Civil Municipal (GCM), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), da CCR Metrô Bahia, além das empresas de telefonia Claro, Vivo, Tim e Oi.

Veja vídeo da operação:

exclamção leia também