26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

BIBIS PERIGOSAS? - 26/03/2024, 16:30 - Da Redação- Atualizado em 26/03/2024, 16:54

Mulheres mortas em Feira eram ‘best friends’ e 'comiam água dura'

Os assassinatos das mulheres ocorreu na madrugada desta terça-feira (26)

Uma delas, a Jaqueline Cruz de Jesus, de 29 anos de idade, já havia entrado na ‘gaiola’ por tentativa de assassinato
Uma delas, a Jaqueline Cruz de Jesus, de 29 anos de idade, já havia entrado na ‘gaiola’ por tentativa de assassinato |  Foto: Montagem Portal MASSA!//Reprodução/Redes Sociais

Ana Beatriz dos Santos dos Santos, Jaqueline Cruz de Jesus e Sara Victória Brito Salomão. As identidades das três mulheres mortas, na madrugada desta terça-feira (26), no condomínio Reserva do Parque, na cidade de Feira de Santana, no interior da Bahia, foram reveladas. Porém, até o momento, a motivação do crime de forma oficial é uma incógnita.

Por outro lado, conforme apurado pelo Portal MASSA!, uma delas, a Jaqueline Cruz de Jesus, de 29 anos de idade, já havia entrado na ‘gaiola’ por tentativa de assassinato. O corpo da moradora da Princesa do Sertão estava ao lado de Ana, de 19 anos, e Sara, de 15, dentro do banheiro do imóvel.

Regiões como as cabeças, os braços e as pernas foram alvejadas pelos pipocos de arma de fogo. Dentro da mesma casa, ainda, estavam os filhos de Sara e de Jaqueline, de 9 meses e 2 anos, respectivamente. A ex-detenta seria a dona do ‘ap’ que foi palco de descanso delas após o retorno a um evento.

Leia mais

Caso Feira de Santana: uma das mulheres tinha passagem na polícia

Feira: adolescente e duas mulheres são encontradas mortas em imóvel

Caso Feira: apartamento foi invadido por um grupo de homens

Imagem ilustrativa da imagem Mulheres mortas em Feira eram ‘best friends’ e 'comiam água dura'
Foto: Montagem Portal MASSA!//Reprodução/Redes Sociais

Best friends

O trio tinha o costume de sair junto, tanto para ‘comer água dura’ quanto para fazer atividades diárias. Durante a madrugada, no entanto, elas foram surpreendidas por mais de 10 homens, que invadiram o local e executaram com sangue frio as vítimas.

A situação está sob investigação da Delegacia de Homicídios (DH) de Feira de Santana. Após o fato, dois aparelhos celulares foram apreendidos no local e levados à perícia. Os autores seguem foragidos.

exclamção leia também