29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

TRAGÉDIA NA CITY - 28/03/2023, 11:53 - Alan Santana

Morador de rua atropelado segue não identificado no IML

A motorista será indiciada por homicídio culposo pois na apuração policial houve culpa por imprudência mas não foi considerado intencional

Imagens do momento do acidente
Imagens do momento do acidente |  Foto: Reprodução/ TV Bahia

O corpo do morador de rua, que morreu após ser atropelado em uma rua no bairro da Barra, em Salvador, na madrugada de domingo (26), ainda não foi identificado. A vítima está no Instituto Médico Legal (IML) e não foi reconhecido por nenhum familiar.

O homem estava deitado na entrada da garagem de um prédio na Rua Eduardo Diniz Gonçalves, quando foi atropelado pelo carro de uma moradora que tentava acessar ao prédio. Câmeras de monitoramento flagraram o exato momento da fatalidade. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o caso.

Segundo a polícia, a motorista não tinha carteira de habilitação. Ela foi ouvida e liberada após prestar depoimento e será indiciada por homicídio culposo, pois na apuração policial houve culpa por imprudência, mas não foi considerado intencional.

No momento do ocorrido, é possível perceber nas imagens que o porteiro do prédio abriu a garagem e o veículo atingiu o homem. Após o atropelamento, a mulher que conduzia o veículo percebeu que havia algo embaixo do carro e deu ré para verificar o que de fato era.

Em seguida, ela viu o homem embaixo do carro e iniciou a prestação de socorro. A mulher chega a mudar ele de lugar para desobstruir a passagem e liga para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Os moradores da localidade afirmam que as pessoas em situação de rua têm o costume de se deitar para dormir em frente aos prédios quase todos os dias. Os porteiros dos edifícios contam que já fizeram diversos alertas de risco de atropelamento em frente as garagens.

As imagens mostram que a vítima estava ditada do outro lado da rua, mas se levantou 20 minutos antes de sofrer o atropelamento, para se proteger da chuva. Após o ocorrido o homem não resistiu e morreu no local.

Saiba Mais!

Homem em situação de rua morre atropelado na Barra

exclamção leia também