31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Loroteira toda - 05/01/2023, 15:32 - Pedro Moraes

Loja ‘pega visão’ de crimes de ex-funcionária em venda de motos

A ex-colaboradora da empresa é suspeita de aplicar golpes tanto na compra quanto na venda dos veículos

A ex-colaboradora da empresa é suspeita de aplicar golpes tanto na compra quanto na venda dos veículos
A ex-colaboradora da empresa é suspeita de aplicar golpes tanto na compra quanto na venda dos veículos |  Foto: Reprodução/TV Bahia

Um casal denunciou, na última quarta-feira, 4, ter sido vítima de uma ‘lorota’ de uma funcionária de uma concessionária, o que gerou um prejuízo de cerca de R$ 33 mil. Por conta disso, a loja onde foram registrados golpes referentes a compra e venda de motocicletas em Salvador comunicou que irá apurar todos os casos.

Outra medida imposta pela empresa diz respeito ao afastamento da funcionária suspeita de aplicar os golpes. Desde o começo de dezembro do ano passado, pelo menos dois boletins de ocorrência foram registrados. Uma outra vítima relatou que também foi enganado pela suspeita.

O analista de sistemas, Esiquiel Pedro, contou, em entrevista à TV Bahia nesta quinta-feira, 5, que, quando fez o boletim de ocorrência na delegacia, descobriu que outros seis casos relacionados à mesma funcionária estão abertos. No caso dele, o anúncio da moto foi feito na internet em dezembro.

Imagem ilustrativa da imagem Loja ‘pega visão’ de crimes de ex-funcionária em venda de motos
Foto: Reprodução/TV Bahia

Dias depois, a funcionária da concessionária entrou em contato e solicitou ver a moto presencialmente. Nesse momento, a vítima foi até a loja, assinou os papéis e conseguiu vender no mesmo dia.

"Sai certo de que iria receber o valor da moto na minha conta, mas infelizmente não aconteceu. Só descobri que foi um golpe quando vim na concessionária conversar com a gerência e me informaram que a funcionária havia sido demitida", indicou.

Leia Mais

ASSISTA: Dono de farmácia 'pega ar' com assalto e usa facão

Homem é preso com 'atacado' de aparelhos celulares

Homem e mulher levam balaços e são mortos em Sussuarana

Sendo assim, a empresa informou que soube do golpe após as vítimas irem até o local. A funcionária suspeita possuía cerca de oito anos na concessionária. Agora, o departamento jurídico da loja investiga os casos já conhecidos.

"Quem quiser, traz os documentos até a empresa que nós vamos apurar todos os casos e vamos responder na medida da nossa responsabilidade. O que pudermos ajudar, vamos ajudar", comunicou a advogada Daniela Pereira.

Conforme indica o Código de Defesa do Consumidor, cabe à empresa arcar com os prejuízos das vítimas dos golpes.

exclamção leia também