29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Detalhes macabros - 05/12/2022, 07:50 - Everton Santos

Jovem que teve rosto cortado conta detalhes da viagem maldita

Crime ocorreu na madrugada do dia 29 de novembro

Jovem teve o rosto cortado em Conde
Jovem teve o rosto cortado em Conde |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Stefani Firmo, de 23 anos, jovem que teve o rosto cortado enquanto dormia durante uma viagem de ônibus que ia de Recife (PE) para Salvador (BA) falou sobre os momentos de pânico que viveu durante a viagem.

O crime ocorreu na madrugada do dia 29 de novembro, quando o ônibus passava pelo município de Conde, no litoral norte da Bahia. Stefani levou 18 pontos no rosto.

"Sempre que lembro fico abalada, porque eu poderia estar morta. Penso que foi um livramento de Deus, que pensou nos detalhes para que eu dormisse com o edredom até o pescoço e com o óculos no rosto", contou Stefani ao g1.

A Polícia Civil informou, por meio de nota, que a Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) de Conde instaurou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para apurar o caso, que foi caracterizado como "lesão leve" pelo médico que atendeu a vítima.

Imagens de câmeras de segurança do ônibus foram solicitadas para ajudar na identificação da autoria do crime.

"Acordei sentido um ardor, passei a mão no rosto e percebi que estava sangrando".

Stefani disse ter acordado e procurado a ajuda da amiga. Relatou também que achou que estava ferida devido a um objeto ter caído em seu rosto. Apesar de ter recebido apoio da maioria dos passageiros, ela contou que uma mulher chamou sua atenção pela frieza que apresentava ao ver a situação.

"Todos os passageiros tentaram ajudar de alguma forma, exceto a suspeita. Ela olhou para mim como se nada tivesse acontecido, não esboçou nenhuma reação".

De acordo com a vítima, a mulher estava com uma faca de churrasco, uma tesoura e um alicate. "A faca [que foi encontrada com ela] estava limpa", afirmou.

"A pessoa [que me feriu] foi ágil, [porque fez o corte] e [só] sangrou depois", complementou.

A mulher seguiu viagem no mesmo ônibus de Conde, onde a situação ocorreu, até Salvador.

"Ela desceu com a cara cínica do ônibus. Todo mundo falando dela [e ela] parecia uma psicopata. Ela negou [que teria me cortado e ainda afirmou] que não tinha nada a ver com os problemas dos outros", detalhou.

exclamção leia também