25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Absurdo - 08/12/2022, 13:22 - Jade Oliveira

Jovem que teve o rosto cortado em ônibus retira os pontos

Após ataque, Stefani Firmo recebeu 18 pontos e aguarda reposta de médico sobre possível cirurgia

Stefani teve o rosto cortado e recebeu 18 pontos.
Stefani teve o rosto cortado e recebeu 18 pontos. |  Foto: Arquivo Pessoal

A jovem que teve o rosto cortado enquanto dormia em viagem de ônibus retirou os pontos e aguarda reposta sobre necessidade de cirurgia. Stefani Firmo contou os detalhes do acontecimento nesta quarta-feira.

“Estou bem, na medida do possível. Graças a Deus tirei os pontos e a questão da cirurgia, como vai proceder daqui para frente, vai depender do tratamento inicial”, disse a estudante de enfermagem em entrevista à TV Globo.

O caso aconteceu na madrugada do dia 29 de novembro, quando Stefani voltava para Salvador numa viagem de ônibus. A estudante acredita que a passageira que se sentava atrás dela foi a autora do ataque: um corte profundo no rosto. Ela precisou levar 18 pontos no rosto.

As gravações da câmera de segurança não mostram o momento em que a jovem tem o rosto cortado, mas é possível ver o momento em que outra passageira se levanta e se aproxima da vítima, que depois pede socorro. Stefani acredita que a mulher que aparece no vídeo foi a agressora.

A polícia chegou a apreender uma faca que estava com a suspeita do crime. A arma branca foi enviada para perícia e após ser ouvida a mulher foi liberada.

“Quando me levantei, ela foi a única pessoa que estava acordada e não teve nenhuma surpresa, não teve nenhuma reação. Ela olhou para mim, me viu sangrando, porém foi totalmente fria, apática, nem curiosidade de saber o que tinha acontecido teve", relata Stefani. Ela também conta que quando pediu socorro, a passageira demonstrou frieza e não prestou nenhum tipo de apoio. "Fingiu que não estava vendo nada" e desviou o olhar para a tela do celular.

A jovem ainda conta que mesmo depois de uma semana após o ocorrido, ainda se sente vulnerável e emocionalmente abalada. “Evito ficar pensando toda hora, apesar de ser inevitável falar sobre isso. É algo que mexe comigo, quando penso na possibilidade de que eu poderia não estar aqui para contar a história”, desabafou.

As imagens da câmera de segurança foram entregues à Polícia Civil, mas não é possível ver o momento em que Stefani tem o rosto cortado. A Polícia Civil ainda não confirmou se a mulher sentada atras da estudante é a mesma que aparece no vídeo. Se comprovada a autoria do crime, ela responderá por lesão corporal.

"A gravação não deixa dúvidas de que não houve qualquer discussão ou transtorno entre eu e ela. Pelo contrário, ela simplesmente se levantou e utilizou a faca que carregava para me cortar enquanto eu dormia", contou a estudante.

Stefani conta que estava dormindo e sentiu uma ardência no rosto que a despertou. Ela estava de óculos e com o edredom até o pescoço.

Ao se levantar para pedir ajuda para a amiga que seguia viagem em uma cadeira mais afastada, a jovem conta que outros passageiros prestaram ajuda acionando o motorista do ônibus para parar no hospital e logo depois na delegacia.

O que levantou suspeitas pela mulher como autora do crime foi a reação fria ao desespero da jovem com o corte no rosto. "Todos os passageiros tentaram ajudar de alguma forma, exceto a suspeita. Ela olhou para mim como se nada tivesse acontecido, não esboçou nenhuma reação.", conta.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) de Conde instaurou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para apurar o caso, que foi caracterizado como "lesão leve" pelo médico que atendeu a vítima.

exclamção leia também