30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Veja diálogo - 03/04/2024, 17:57 - Da Redação

Gesseiro dá baratino em traficantes e acaba morto com a família

Ele se passou por policial e exigiu R$ 50 mil para entregar x-9

Filipe e Rayssa foram mortos. Lucas Lopes da Silva, o Naíba, está foragido
Filipe e Rayssa foram mortos. Lucas Lopes da Silva, o Naíba, está foragido |  Foto: Reprodução/TV Globo

Mensagens de WhatsApp obtidas pela equipe do RJ1 revelam um plano arriscado que culminou na morte do gesseiro e motorista por aplicativo Filipe Rodrigues, de 24 anos; sua esposa Rayssa Santos, 23; e seu filho Miguel Filipe, de sete meses, no mês passado. O plano envolvia Filipe se passar por um policial militar para enganar traficantes da comunidade do Castro, no Rio de Janeiro.

As investigações da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí indicam que Filipe se intitulou "Demolidor" e exigiu R$ 50 mil dos traficantes para identificar e entregar um suposto informante. Pelo menos R$ 11 mil chegaram a ser pagos.

No entanto, a farsa foi descoberta e os criminosos decidiram executar Filipe. Lucas Lopes da Silva, o Naíba, apontado como chefe do tráfico do Castro e principal suspeito de ordenar a morte, está foragido após um mandado de prisão ser expedido contra ele nesta quarta-feira (3).

Wesley Pires da Silva Sodré foi preso sob a suspeita de envolvimento no crime, mas a polícia ainda busca identificar o autor dos disparos que mataram a família.

Confira as conversas às quais o RJ1 teve acesso

Alerta sobre ‘x-9’

A polícia não divulgou o nome da pessoa que, segundo Filipe, era um “x-9” infiltrado no Castro, mas ela consta como desaparecida e provavelmente está morta.

No diálogo com Naíba, Filipe avisa que o alvo está no Castro.

Filipe: Agora fala você, vai querer resolver isso logo hoje? Aproveita que ele tá aí.

Naíba: No Castro?

Filipe: Separa meu dinheiro aí, vai. Já manda descer que já mando foto. Ainda te falo onde tu vai buscar ele. Você vai separar aí, vai mandar o moto aqui encontrar com o meu moto, assim que tiver lá, eu mando a foto dele e falo onde ele tá caindo. Se você quiser ainda faço melhor, marco como se fosse encontrar ele e você pega ele na boa na pista. Aí é contigo.

O primeiro contato

As conversas entre Filipe e Naíba começam com o traficante já ciente da oferta de entregar o tal informante. Não se sabe que dia foi.

Naíba: Oi

Filipe: Visão

Naíba: Amigo passo [passou] que você tá com a visão do X [informante]. Nós tá interessado

Filipe: Vão pagar quanto?

Naíba: Primeiramente com quem falo? Como te chamo?

Filipe: Mn [mano] sou do batalhão, pode salvar aí: Demolidor. Já peguei um bico de vcs na hortinha

Naíba: Pg a visão: vamos ter prova concreta?

Filipe: Claro, sem k.o [caô] pow. Só papo reto. Não tem criança aqui

Naíba: Fala o valor que vejo se vale a pena

Filipe: Ele [o “x-9”] tá querendo pegar o menor que enterra os fecho de vocês, tão querendo pegar no próximo serviço, aí vcs que tem que ver se vale a pena. Ta ligado que se entrar para procurar de verdade acha. Já pegamos um de maconha da BR. Tlgd [tá ligado] que não sou eu sozinho. Já dá o valor que estão dispostos a pagar que fique bom pra todo mundo. Se o bglh [bagulho] sair daqui e virar fofoca no batalhão fica difícil ajudar também, até pra não espantar metinga do c* do X

Naíba: To ligado

Filipe: Então suave, vê aí e me fala o valor se for do agrado de todo mundo nos desenrola

Naíba: Já te dou a resposta aí

Filipe: Ok

Tráfico morde a isca

Meia hora depois, Naíba oferece R$ 50 mil pela emboscada ao x-9. Filipe aceita, mas reclama, alegando que outros PMs do 7º BPM estão no esquema.

Naíba: Fala tu

Filipe: Vs [visão]

Naíba: 50 k

Filipe: Calma ai

Naíba: Pra fica bom pros 2 lado

Filipe: Vê se o pessoal aqui tá de acordo. 50k e uma peça [uma arma] pra quando a gente precisar fazer uma ocorrência aqui pode ser? Eles queriam 70 pq estamos em 7 aqui mas desenrolei.

Negociações avançam

Naíba propõe parcelar o valor, mas pede mais provas a Filipe sobre o infiltrado.

Filipe: Iai jogador?

Naíba: Mn o que da pra mim fazer é 10 k toda semana até bater esses 50 k aí. E preciso de áudio dele pra fica uma parada mas concreta. Aqui é papo de homem

Filipe: Assim não dá não. Áudio fica difícil, tem a conversa aí, quer mais os 100, que isso? Ia aproveitar que ele tá aí perto já resolvia hj. Já dava logo. Manda separar os 50k aí que vcs tem, você sabe que hj mesmo vcs já pega o X

Naíba: Mn aqui é parada de homem. Manda o áudio pra nois resolver. Se quiser tbm da um papo pessoalmente tbm já é pra tu ver que papo é firme

Em 15 de março, segundo a apuração da delegacia, Filipe armou uma emboscada para o informante, e Wesley participou da captura.

Tráfico hesita, Filipe banca

No dia 16 de março, Naíba e Filipe travam uma conversa em que é possível deduzir que os dois se encontraram e que R$ 11 mil foram entregues ao “Demolidor”.

Naíba: Ainda to na dúvida se tu é plc [polícia] mermo

Filipe: Mas qual foi?

Naíba: Ve se tu entende, vc chega com um ctt [contato] passando umas vz [visões] que e ate verdadeiras... veio aqui botou a cara show troco um pp [papo] bateu ate com o que nos já sabia suas visao

Filipe: Sou sdd [soldado] mn, da minha equipe quem é o mas recruta sou eu, quem tem que resolver tudo da guarnição sou eu, a diferença que já fui envolvido em vários bglh, de contravenção, jogo do bicho, maquininha, os cara aqui confia em mim pra lidar com o arrego [propina] nosso (...). Não precisamos de apresentação formal não irmão, o que precisamos é do papo reto um do outro, vou levar o X para vc e você vai seguir os 39 que tá faltando

Cobrança

As horas passam, e Filipe cobra de Naíba o resto do acerto. Possivelmente nessa hora o tráfico já tinha descoberto a farsa.

Filipe: Qual fim que deu aí mn? Fala nb [Naíba]. Estamos te aguardando aqui. Vamooo acordar??? Nb tá todo mundo te aguardando aqui pra pegar o restante do dinheiro cntg do combinado. Qual foi? Te dei o bagulho mastigado

Naíba: vai dormir cr [cara]

Filipe: Já te falei: quem dorme não vê o trem passar. Já fui até em Bangu hj. Estamos aqui esperando vc mn queimando uma carne. Como foi ontem com o X?

Naíba: Trabalhoso

Filipe: Mas finalizou a situação dele né? Mn como tinha te falado na semana passada, tem uns amigos que moram longe, Cabo Frio, Saquarema, eu sou o que moro mas perto, tenta desenrolar a meta aí cr pra adiantar os cara logo

Sem resposta, Filipe insiste.

Filipe: Iai mn. Fala cmg. Os cr tão sufocando aqui já. Tanta enrolação é essa. Dinheiro já tá separado. Já pegou o X. Agora só encaminhar nossa parte e Brasil pow

Até que, na noite de 17 de março, Wesley orienta Filipe a buscar o dinheiro — mas já era a emboscada.

Filipe: Oi, pegou?

Wesley: Sim, levo ai mesmo?

Filipe: Vem direto aqui pra casa

Mas Wesley ia mudando o local de entrega e atraía Filipe para cada vez mais perto do Castro. Até que o Voyage onde Filipe estava com a mulher e o filho foi crivado de balas.

exclamção leia também