26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

SEGURANÇA PÚBLICA - 17/04/2023, 10:24 - Vinicius Rebouças

Família diz que homem morto em operação da PM voltava da faculdade

Ocorrência será registrada na Corregedoria da Polícia Militar

Mãe de Igor Santos afirma que filho era pai de família com quatro filhos
Mãe de Igor Santos afirma que filho era pai de família com quatro filhos |  Foto: Reprodução / TV Bahia

A família de Igor Santos, de 29 anos, nega a versão da Polícia Militar, de que o homem morreu após um confronto durante uma operação no bairro do Costa Azul, em Salvador. Os familiares contam que o morador voltava da faculdade quando foi atingido.

"Meu filho não era assaltante, ladrão, era um pai de família trabalhador e fazia faculdade. Por que isso com meu filho? Só por que era negro que o escolheram para matar? Isso aí não vai ficar assim. Eu quero justiça", disse a mãe de Igor Santos, Zilma dos Anjos Pinto, em entrevista à TV Bahia.

A corporação confirmou que Igor Santos tinha quatro filhos, estudava ciências contábeis e não tinha envolvimento com crimes. A família dele pretende registrar uma ocorrência Corregedoria da Polícia Militar, nesta segunda-feira (17).

O corpo de Igor Santos foi sepultado no Cemitério Quinta dos Lázaros ontem (16). Dois protestos foram realizados por parentes e amigos dele. "No dia que morreu ele falou que ia guardar a mochila e ia voltar para comer cozido. Falei para não demorar, porque era dia que enche, mas não levou nem 10 minutos", lamentou a vizinha do homem.

O Caso

Igor Santos e um outro homem morreram durante confronto com a Polícia Militar na sexta-feira (14), na região conhecida como "Inferninho". De acordo com a polícia, foram encontrados um revólver, uma pistola e porções de maconha e cocaína com os suspeitos. O material foi apreendido.

A PM diz ainda que a pistola achada com os homens pertence à Secretaria de Segurança Pública de Sergipe. E que a troca de tiros ocorreu após os agentes avistarem um grupo de homens armados.

Depois de serem baleados, conforme a PM, eles foram socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiram.

exclamção leia também