28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Corpo dentro de malas! - 18/12/2022, 09:10 - Vinicius Viana

Estudante é preso quando tentava ocultar corpo esquartejado de colega

Suspeito separou os membros e tentou dar fim no corpo utilizando malas

Estudante é preso quando tentava ocultar corpo esquartejado de colega
Estudante é preso quando tentava ocultar corpo esquartejado de colega |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um estudante de 22 anos foi preso após matar e esquartejar um colega com quem dividia aluguel durante uma discussão no apartamento em que os dois moravam, em um condomínio do bairro Farolândia, em Aracaju (SE).

De acordo com a Polícia, o corpo da vítima foi encontrado na área externa do residencial, na manhã deste sábado (17). O crime foi descoberto por um motorista por aplicativo que acionou a Polícia Militar.

O suspeito de matar o colega solicitou um carro por aplicativo. Ele pediu ajuda para o motorista carregador algumas malas que estavam dentro do apartamento até o veículo. Ao entrar no imóvel, ele percebeu que havia lençóis sujos de sangue.

Após sair do apartamento, ele avisou à portaria que algo havia acontecido dentro do imóvel onde o jovem morava. Em seguida, a Polícia Militar foi acionada e encontrou os membros da vítima desaparecida separados e dentro de malas.

De acordo com informações coletadas pela polícia, a princípio, o crime teria sido originado por uma discussão entre os dois colegas.

“Eles entraram em atrito e um deles findou morrendo. O autor saiu de casa, foi à uma loja onde adquiriu serras e outros equipamentos. Levou para residência e lá desmembrou o corpo do colega falecido. Hoje pela manhã, ele tentava sair do prédio carregando parte do corpo do colega à bordo de um uber. Então o uber desconfiou e acionou a polícia”, declarou Juliana Alcoforado, delegada responsável pelas investigações do caso.

“As equipes também encontraram outras partes do corpo que estavam escondidas numa parte do prédio onde se guardam máquinas. O departamento vai concluir as investigações em breve e esperamos, em tempo curto, explicar o que aconteceu nessa situação”, acrescenta a delegada.

exclamção leia também