29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

A casa caiu! - 12/12/2023, 08:44 - Dara Medeiros- Atualizado em 12/12/2023, 09:37

Empresa de influencer fitness cai na mira da PF por tráfico de drogas

Renato Cariani estaria em esquema que desvia produtos químicos para fazer crack

Renato Cariani pode ser preso por tráfico de drogas
Renato Cariani pode ser preso por tráfico de drogas |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma operação da Polícia Federal contra o tráfico de drogas, realizada na manhã desta terça-feira (12), pode levar o influenciador fitness Renato Cariani para o xilindró. O blogueiro fisiculturista é sócio da Anidrol, uma empresa acusada de desviar produto químico para a produção de crack.

Com mais de 7 milhões de seguidores e dono do próprio centro de treinamento, Cariani não levantava suspeitas nas redes sociais de que estaria envolvido em um grande esquema criminoso. A estimativa é que 12 a 16 toneladas de crack tenham sido produzidas através da quantidade de produto desviada pelo grupo.

O influencer também é empresário e professor
O influencer também é empresário e professor | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Ao todo, 18 mandados de busca e apreensão serão cumpridos, sendo 16 no estado de São Paulo, um em Minas Gerais e o último no Paraná.

A operação está sendo realizada em conjunto com Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco do MPSP) de São Paulo e a Receita Federal.

O esquema já estava rolando desde 2014

Localizada em São Paulo, a indústria química ficou na mira da polícia em 2022, quando uma farmacêutica multinacional denunciou a Anidrol de emitir e faturar notas em nome dela. As investigações constataram que o crime acontecia desde 2014 e três grandes empresas estavam sendo vítimas do esquema: AstraZeneca, LBS e Cloroquímica.

Na época, a PF pediu que os envolvidos fossem presos e o Ministério Público apoiou a decisão, mas a Justiça negou.

exclamção leia também