28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

QUEM GUENTA, VEI? - 13/09/2023, 15:18 - Pedro Moraes- Atualizado em 13/09/2023, 16:13

Chay Suede da Shopee conseguiu alto limite, mas errou português básico

Na tentativa de meter o louco, maloqueiro foi preso em agência bancária

Na tentativa de meter o louco, maloqueiro foi preso em agência bancária
Na tentativa de meter o louco, maloqueiro foi preso em agência bancária |  Foto: Montagem Portal MASSA!//Reprodução/Redes Sociais/Reprodução/Instagram @chay

Chay Suede acumula diversas participações em realities e novelas, entre SBT e Rede Globo, porém, nesta terça-feira (12), ele somaria um novo papel: o de maloqueiro. Mas, não foi bem o que aconteceu. Alealdo Saraiva Silva tentou usar os dados do ator para abrir uma conta bancária e cometer fraude, porém foi preso logo em seguida.

O rapaz chegou até a conseguir limite de cerca de R$ 200 mil no cartão de crédito, além de R$ 25 mil no crédito especial. A casa caiu para ele minutos depois, quando precisou soletrar o verdadeiro nome do ator, que atende por Roobertchay Domingues da Rocha Filho, e errou.

Com isso, policiais militares o detiveram em uma agência bancária, na Avenida Tancredo Neves, na cidade de Salvador.

"Ele foi até a agência tentar desbloquear o aplicativo, mas apresentou um documento com os dados do ator e sua foto, o que levantou suspeita do funcionário da agência", explicou a policial", comentou a delegada Marita Souza, responsável pela investigação do caso.

Pego na jugular

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) alegou à reportagem do Portal MASSA! que o indivíduo foi flagrado após tentar desbloquear o acesso ao aplicativo do Banco Regional de Brasília (BRB) em nome do artista. Durante a tentativa de golpe, o documento falso com os dados do ator e a foto do suspeito foram usados.

Com a conquista dos valores altos no crédito especial e cartão de crédito, Chay Suede da Shopee fez um PIX de R$ 1 mil para outra conta, no entanto, acabou bloqueado pela instituição.

Agentes da 35ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Iguatemi) foram acionadas por funcionários da agência bancária, que desconfiaram da ação. Dessa forma, o meliante foi levado pelos policiais da 35ª CIPM e autuado por estelionato e falsidade ideológica. Ele passará por audiência de custódia.

exclamção leia também