28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

laranjada - 11/04/2023, 13:00 - Vinicius Rebouças

Brasileiras são soltas após um mês presas na Alemanha

Goianas tiveram etiquetas de malas trocadas por quadrilha de tráfico de drogas

Casal teve viagem de férias interrompida por causa de quadrilha de tráfico de drogas
Casal teve viagem de férias interrompida por causa de quadrilha de tráfico de drogas |  Foto: Reprodução | Redes Sociais

Foram soltas na manhã desta terça-feira (11) as duas brasileiras presas na Alemanha que tiveram a identificação das malas trocadas no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP).

A informação foi confirmada pelo chefe do Gabinete de Relações Internacionais do estado de Goiás, Giordano Souza. Ele recebeu a confirmação via WhatApp de Lorena Baía, irmã de uma das vítimas, que chegou hoje em Frankfurt.

A personal trainer Kátyna, de 44 anos, e a esposa, a veterinária Jeanne Paolini, de 40, foram presas no dia 5 de março, após desembarcar na Alemanha para viagem de férias. As goianas foram acusadas de tráfico de drogas – as etiquetas com os nomes das duas foram colocadas em malas com cocaína.

Mesmo com investigação em andamento e provas concretas da inocência das mulheres, o governo alemão endureceu as negociações e exiguiu que o material fosse enviado pelo governo brasileiro e não pela Polícia Federal.

Na quinta-feira (6) o Ministério da Justiça do Brasil encaminhou à Justiça alemã o inquérito policial e os vídeos que, segundo a Polícia Civil de Goiás, inocentavam as duas.

Operação Iraúna

A Operação Iraúna da PF que investiga o caso, prendeu uma quadrilha suspeita de envolvimento na troca de etiquetas das malas das goianas. Seis funcionários foram detidos no último dia 4 de abril e uma mulher que presta serviço no aeroporto foi detida no último sábado (8).

exclamção leia também