30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Motivação política - 21/03/2024, 09:12 - Da Redação- Atualizado em 21/03/2024, 09:54

Bolsonarista que matou tesoureiro do PT é exonerado da polícia penal

Vítima foi assassinada em junho de 2022 durante sua festa de aniversário de 50 anos

Policial penal Jorge Garanho, acusado de matar o guarda municipal Marcelo Arruda
Policial penal Jorge Garanho, acusado de matar o guarda municipal Marcelo Arruda |  Foto: Reprodução | Site Diário do Nordeste

O ministro da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Ricardo Lewandowski, demitiu o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho, acusado de assassinar o guarda municipal e tesoureiro do PT Marcelo Arruda, em julho de 2022, em Foz do Iguaçu, Paraná.

Segundo informações do MJSP, a decisão foi tomada após Processo Administrativo Disciplinar, instaurado à época para apurar a atuação do agente. Ainda de acordo com o Governo Federal, Guaranho foi demitido pelas infrações de uso de recurso material da repartição em atividade particular; prática de ato de improbidade administrativa; e incontinência pública.

O crime aconteceu durante a festa de aniversário de 50 anos de Marcelo Arruda, que tinha como tema o Partido dos Trabalhadores. O policial penal Jorge Guaranho entrou no local da comemoração e disparou vários tiros.

Na época, ao apresentar a denúncia, o Ministério Público do Paraná afirmou que o crime teve motivação política.

exclamção leia também