22º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Loucura! - 24/11/2023, 07:13 - Vinicius Viana

Bêbado, PM sai do bar e atira em família que voltava de velório

Policial nega versão contada por suposta vítima, porém teve arma apreendida

Pm que estava em bar se envolve em confusão
Pm que estava em bar se envolve em confusão |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma confusão que acabou com um sargento da Polícia Militar saindo do bar onde estava e atirando em via pública, contra pessoas que voltavam de um velório, está sendo investigada pela Polícia Civil do Distrito Federal. O episódio ocorreu em Planaltina, cidade onde uma mulhe foi fazendo sexo com mendigo dentro de um carro.

De acordo com testemunhas, o PM estava estava armado e sem farda enquanto bebia no bar, quando ameaçou voltar com uma viatura e “dar taca em todo mundo”. Um suposta vítima afirma que estava voltando do velório da sogra quando foi abordado pelo agente.

Ele contou que estava dentro do carro, quando a sua companheira teria recebido uma ligação com discussões familiares e acabou saindo do veículo, transtornada. Em seguida, ele relatou que dois homens o abordaram, começaram a proferir ameaças, madaram ele “vazar” e apontando uma arma para a sua cabeça.

Posteriormente, ele descobriu que um dos autores das ameaças era PM, que não teria se identificado naquele momento. Sob tensão, ele acabou batendo o carro próximo de casa, mas teve que voltar para buscar a esposa. “Liguei para minha sobrinha, para a gente voltar e pegar aminha mulher. Voltando lá perto do bar, eles me conheceram no carro e já deram vários tiros na gente”, contou o homem, ao Metrópoles, com medo de se identificar.

Versão do sargento

Em depoimento, o sargento da PM relata que agiu ao suspeitar de uma possível situação de violência doméstica. ELE afirma que estava no bar jogando sinuca, sem citar se consumia ou não bebida alcoólica, quando percebeu que “aparentemente uma mulher estaria sendo perseguida por um homem”.

O PM diz que orientou a possível vítima a procurar ajuda policial e ligar para o 190, mas que ela saiu andando a pé e o carro a perseguiu. Ele conta que, ao abordar o suspeito, usou sua arma para se proteger, atirando duas vezes na parte de trás do carro Golf, que, segundo informações, estaria ocupado por pessoas armadas.

O caso está em apuração na 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina). A arma do policial, estojo e cartuchos foram apreendidos e encaminhados para a perícia.

exclamção leia também