23º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

Condenação - 10/04/2024, 11:13 - Da Redação

Após 15 horas de julgamento, assassino de Ajax é condenado

O crime aconteceu em dezembro de 2020

Ajax Viana  era bailarino e coreografo e integrava Balé do Teatro Castro Alves há 38 anos
Ajax Viana era bailarino e coreografo e integrava Balé do Teatro Castro Alves há 38 anos |  Foto: Reprodução/Redes sociais

Depois de mais de 15 horas de julgamento, Gefferson do Nascimento Oliveira foi condenado, nesta terça-feira (9), a 14 anos de prisão pela morte do bailarino e coreógrafo do Balé do Teatro Castro Alves, Ajax Gonçalves Viana, que aconteceu em 2020.

A Justiça acatou todas as teses do Ministério Público estadual, apresentadas pela promotora de Justiça Isabel Adelaide Moura.

O homem foi condenado por crime qualificado por motivo torpe e emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. A situação foi agravada pelo fato de Ajax ter mais de 60 anos na época do crime. Porém, ainda cabe recurso da decisão. Sendo assim, inicialmente o réu responderá ao processo em liberdade.

“Todo ser humano precisa e deve ser aceito integralmente como ele é, para não aceitar migalhas em nenhum tido de relacionamento. Entender esse contexto foi fundamental para que os jurados compreendessem a realidade na qual o crime foi praticado”, destacou a promotora Isabel Adelaide.

Em 23 dezembro de 2020, o bailarino de 60 anos, foi encontrado morto, com sinais de agressão no apartamento onde morava na Pituba, em Salvador. Ajax tinha um relacionamento de quatro anos com o réu Gefferson Oliveira, que confessou o crime e foi preso em flagrante, ficando detido por 10 meses, tendo sido liberado para responder ao julgamento em liberdade.

Ajax Viana era bailarino e coreografo e integrava Balé do Teatro Castro Alves há 38 anos.

exclamção leia também