29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / segurança pública

CHOCANTE - 27/03/2023, 19:54 - Pedro Moraes

Aluno que matou professora 'bolou' ataque igual ao massacre de Suzano

O adolescente, de 13 anos, relatou à polícia como planejou o ataque dentro de uma escola de SP

O adolescente, de 13 anos, relatou à polícia como planejou o ataque dentro de uma escola de SP
O adolescente, de 13 anos, relatou à polícia como planejou o ataque dentro de uma escola de SP |  Foto: Reprodução/Record TV

Com apenas 13 anos de idade, um estudante matou uma professora esfaqueada e acabou ferindo outras quatro pessoas durante um ataque a uma escola estadual de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (27). Em depoimento à polícia, o autor do crime admitiu que havia planejado o atentado por dois anos.

Além disso, ele disse ter tido como inspiração os massacres de Suzano, ocorridos na Grande São Paulo, em 2019, além de Columbine, nos Estados Unidos, em 1999. A vítima, identificada como Elisabeth Tenreiro, tinha 71 anos, e morreu após ser atingida por dez golpes de faca pelo estudante.

Junto a ela, outras três professoras e um aluno também ficaram feridos - até o momento, três tiveram alta e uma segue internada. No mais, o aluno foi contido por uma professora de Educação Física na parte interna da sala de aula, de acordo com informações divulgadas pelo portal Metrópoles.

Posteriormente, ele foi apreendido pela Polícia Militar e encaminhado à delegacia. Ainda conforme o depoimento prestado na tarde desta segunda, na presença dos pais, o indivíduo menor de idade atestou que sentia tristeza “há muitos anos” e que passou a ter ideias “de se vingar” com o propósito de “acabar com toda a angústia que sentia”.

Leia Mais

B.O aponta comportamento agressivo de aluno que atacou escola paulista

Aluno relata que 'colega' agressor teve comportamento racista em briga

Do mesmo modo, o adolescente enfatizou que sofria bullying em função de sua aparência física na Escola Estadual Thomázia Montoro, onde o crime aconteceu, na Vila Sônia, situada na zona oeste de São Paulo, e em outras unidades de ensino onde estudou anteriormente.

Explicação sobre vingança

No mais, o estudante relatou que era intitulado de “rato de esgoto”. Sendo assim, chegou a brigar e xingar um colega de escola de “macaco” na semana passada. Além disso, o autor do fato também enfatizou que a professora assassinada por ele foi quem apartou a briga na ocasião.

Perguntado sobre o que seria a “vingança”, o estudante, de 13 anos, respondeu que o seu desejo era “matar pessoas, aproximadamente umas duas, e depois se matar”, ainda conforme a publicação.

exclamção leia também