27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Mostrou como se faz - 31/10/2022, 07:16 - Everton Santos

Vitória de Jerônimo mostra sucesso da Atlas/Intel A TARDE

Pesquisa foi a única que acertou resultados dos dois turnos

Jerônimo foi eleito governador da Bahia
Jerônimo foi eleito governador da Bahia |  Foto: Reprodução

Após ser a única pesquisa que acertou os resultados do primeiro turno, a Atlas/Intel A TARDE voltou a prever a vitória d Jerônimo Rodrigues (PT). Ao contrário do que outros institutos de pesquisa apontavam, o petista liderou a campanha ao Palácio de Ondina desde o início, garantindo a vitória neste domingo, 30, diante do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto.

O crescimento de Jerônimo Rodrigues, que terminou na vitória deste domingo, foi todo monitorado pelas pesquisas Atlas/Intel A TARDE. O candidato petista assumiu a liderança na corrida eleitoral na segunda rodada de pesquisas. No levantamento final, antes do primeiro turno, o político do time de Lula estava com 47,7% dos votos válidos.

O resultado positivo para a Atlas/Intel A TARDE no primeiro turno veio dentro da margem de erro, com Jerônimo Rodrigues (PT) garantindo 49,32% dos votos, contra 40,89% de ACM Neto, se aproximando da vitória. O sucesso do petista na Bahia foi relacionado com as boas avaliações do governador Rui Costa (PT), também apontadas nas pesquisas.

De acordo com a Atlas/Intel A TARDE, durante a campanha do segundo turno, Jerônimo liderou de ponta a ponta, marcando inclusive uma distância de 10 pontos percentuais, que se ajustou até a reta final das eleições. No último levantamento divulgado antes das eleições, o governador eleito aparecia com 54% dos votos válidos, contra 46% de ACM Neto.

As pesquisas realizadas ao longo da corrida eleitoral confirmaram a credibilidade do instituto Atlas/Intel e do Jornal A TARDE. Neste domingo, 30, Jerônimo Rodrigues (PT) foi eleito ao Palácio de Ondina com 52,79% dos votos, contra 47,21% do ex-prefeito de Salvador. O petista recebeu quase cinco milhões de votos na Bahia.

Atlas/Intel prometeu e entregou

O Instituto Atlas/Intel, consagrado nas eleições dos Estados Unidos, Chile, Colômbia e Argentina, chegou à Bahia com altos índices de eficácia nas projeções eleitorais. Mesmo quando o nome de Jerônimo era pouco conhecido na Bahia, o método de pesquisa conseguia relacionar o governador agora eleito a fatores que poderiam angariar votos ao petista.

Outros institutos de pesquisa não tiveram a mesma precisão e apontaram o nome do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, como favorito. Vários levantamentos colocavam o político do União Brasil como vencedor deste o primeiro turno.

A ausência de ACM Neto nos debates e a autodeclaração como pardo prejudicaram a campanha do ex-prefeito, além do desgaste de Bruno Reis na Prefeitura de Salvador e a estratégia que ficou conhecida como “tanto faz”, de distanciamento da disputa nacional, apesar da grande polarização entre Lula e Bolsonaro.

A pesquisa Atlas/Intel A TARDE também contabilizou o enfraquecimento de ACM Neto após a derrota no primeiro turno, quando o ex-prefeito perdeu o apoio de várias lideranças políticas pelo interior.

O erro apontado em algumas pesquisas confirmou o trabalho realizado pela Atlas/Intel A TARDE. Para o governador eleito, Jerônimo Rodrigues, alguns institutos devem perdir desculpas desde 2006.

exclamção leia também