22º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Tá na bronca! - 31/08/2023, 15:52 - Cássio Moreira

“União Brasil não pode ter dono”, dispara ex-prefeito ACM Neto

Ex-gestor de Salvador confirma treta com Bivar, mas minimiza

Secretário-geral da sigla ainda defendeu um ambiente democrático dentro da legenda
Secretário-geral da sigla ainda defendeu um ambiente democrático dentro da legenda |  Foto: Cassio Moreira / Portal Massa!

Presente na cerimônia de concessão da comenda Dois de Julho ao ex-deputado Marcelo Nilo (Republicanos), nesta quinta-feira (31), o ex-prefeito ACM Neto afirmou que o União Brasil não pode “ter dono”. A fala ocorreu em meio às notícias de uma possível treta com Luciano Bivar, 'presida' nacional da legenda.

Apesar de confirmar os desentendimentos, Neto minimizou a situação e disse que qualquer discussão deve ser resolvida de forma interna. “O União Brasil é minha casa. Quando a gente tem problema dentro de casa, a gente resolve dentro de casa. Então, de fato, existem discussões internas, posicionamentos divergentes dentro do União Brasil. Isso não é invenção da imprensa, mas a gente tem que tratar dos nossos assuntos dentro do próprio partido. Então, eu tenho dialogado, mantido minha agenda semanal em Brasília, conversado com deputados e senadores de todo o país, com governadores. Ainda esta semana, tivemos uma conversa produtiva com o governador do Amazonas, Wilson Lima, onde recentemente houve um problema no partido, e a gente vai buscar o caminho dos consensos, e é claro, de prevalecer a democracia partidária”, começou.

O secretário-geral da sigla ainda defendeu um ambiente democrático dentro da legenda, e pontuou que os embates serão resolvidos de forma interna. “O União Brasil não pode ter dono. O União Brasil tem que ser de todos os seus filiados, de todas os seus líderes políticos. Essa é a minha visão. Agora, não vou ficar alimentando as discussões sobre A, B ou C, porque a gente trata disso internamente dentro do ambiente do próprio partido”, completou.

exclamção leia também