27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Urgente, pai! - 06/09/2023, 10:03 - Da Redação- Atualizado em 06/09/2023, 10:16

Toffoli joga provas no ralo e chama prisão de Lula de erro histórico

Decisão do ministro do STF foi publicada nesta quarta-feira (6)

Presidente teve provas anuladas
Presidente teve provas anuladas |  Foto: Divulgação/Ricardo Stuckert PR

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, anulou nesta quarta-feira (6) as provas contra o presidente Lula (PT) em delações de nomes ligados a Odebrecht, na Lava Jato.

Ao explicar a decisão, Toffoli se referiu ao processo como um dos "maiores erros da história da país". Lula foi preso em 2018, mas deixou a prisão no ano seguinte. Em 2021, obteve novamente os direitos políticos, sendo eleito para um terceiro mandato em 2022.

Toffoli ainda afirmou no texto de 135 páginas que a prisão do líder petista foi uma "armação" de agentes públicos pela conquista do poder.

“Tratou-se de uma armação fruto de um projeto de poder de determinados agentes públicos em seu objetivo de conquista do Estado por meios aparentemente legais, mas com métodos e ações contra legem”, disse na decisão.

exclamção leia também