29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Glu glu - 10/08/2023, 10:20 - Vinicius Rebouças- Atualizado em 10/08/2023, 11:08

Tarcísio rejeita ser presidenciável e afaga Bolsonaro: “Vou com ele"

Governador de São Paulo afirma que ex-presidente segue como líder da direita no país

Tarcísio alisa Bolsonaro ao esquivar de status de presidenciável para 2026
Tarcísio alisa Bolsonaro ao esquivar de status de presidenciável para 2026 |  Foto: Alan Santos / PR

Tarcísio de Feitas (Republicanos) adotou a estratégia sabonete para esquivar de perguntas sobre a disputa eleitoral em 2026. O governador de São Paulo foi ‘liso e cheiroso’ ao se colocar de lado nessa corrida presidencial, e ainda afagar Jair Bolsonaro (PL).

"Não preciso ser candidato à Presidência, não serei e vou apoiar quem o Bolsonaro apoiar", afirmou diante da perplexa bancada do Flow Podcast na noite desta quarta-feira (9).

Tarcísio é um dos nomes cotados pela direita para disputar a presidência em 2026, mas já rejeitou o status mais de uma vez. Diz ele que “já está mais do que realizado” com a chegada ao comando de São Paulo.

Segundo o governador, mesmo sem condições de concorrer, Bolsonaro continua sendo o líder da direita no país e, com isso, tem o direito de escolher quem será o nome em 2026.

“Elegível ou não elegível, a gente não sabe o que vai acontecer depois no futuro, acho que quem vai ser o candidato da direita que o pessoal tem essa grande curiosidade, quem vai substituir o Bolsonaro é o candidato que ele apontar. Ou vai ser ele ou o candidato que ele apontar e é com ele que eu vou”, reforçou.

No contexto dos confetes jogados, Tarcísio não descartou nem a hipótese de o próprio Bolsonaro reverter a inelegibilidade de 8 anos imposta pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) após condenação por abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação.

exclamção leia também