26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Vai apelar é? - 27/10/2022, 09:34 - Da Redação- Atualizado em 27/10/2022, 12:25

Servidor da Limpurb tira material do PT e diz ser ordem da prefeitura

O funcionário foi visto chegando ao local em um carro da gestão municipal

Material do PT é removido por agente da Limpurb
Material do PT é removido por agente da Limpurb |  Foto: Reprodução

Pode isso? Um funcionário da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) foi flagrado no momento em que retirava propagandas do Partido dos Trabalhadores (PT) de um dos muros da cidade.

De acordo com um vídeo a que o Portal A TARDE teve acesso e circula pelas redes sociais, o trabalhador afirmou que estava apenas "cumprindo ordens". Ao lado do homem, vários materiais de campanha do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, seguiam colados no local, enquanto as propagandas do PT eram retiradas.

O funcionário foi visto chegando ao local em um carro da prefeitura, que é administrada por Bruno Reis (UB), aliado de ACM Neto. No vídeo, ele confirmou que estava apenas retirando materiais de campanha do postulante ao Palácio de Ondina Jerônimo Rodrigues (PT) e de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A legislação afirma que a remoção dos materiais cabe a quem comete irregularidade.

Para combater o exercício da prefeitura de Salvador, que supostamente trabalha em benefício do ex-prefeito ACM Neto e já foi denunciada anteriormente, a Coligação “Pela Bahia, Pelo Brasil”, protocolou nesta quarta-feira, 26, uma petição ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

O documento critica o trabalho realizado pela Limpurb e destaca que apenas os materiais de campanha do PT estão sendo retirados, mantendo até propaganda eleitoral irregular favorável ao ex-prefeito de Salvador.

"Qualquer cidadão que sair às ruas de Salvador, inclusive nas imediações do Tribunal Regional Eleitoral, percebe claramente o quantitativo de propaganda eleitoral dos representados fixados em toda via pública, não havendo qualquer ato da Limpurb para retirar tais irregularidades", questionou.

A petição, que recebeu apoio de partidos como PT, PCDOB, PV, MDB, PSB, PSD e Avante pede que a Limpurb "se abstenha da conduta de recolher" apenas as propagandas de Jerônimo Rodrigues e retire as de ACM Neto que estão em situação irregular, com "isenção e isonomia" entre os candidatos.

Durante a corrida eleitoral do primeiro turno, a Limpurb afirmou que "é função dos agentes de limpeza cumprir a legislação e retirar qualquer propaganda eleitoral de equipamentos públicos, a exemplo de postes e pontos de ônibus" e que "todos os cartazes e adesivos fixados em locais públicos, de qualquer lado político, estão sendo retirados".

exclamção leia também