27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

De saída - 05/04/2024, 15:05 - Vinicius Portugal

Secretário Luiz Carlos deixa cargo contabilizando mais de 200 obras

Gestor irá deixar o cargo após duas passagens pela pasta

Secretário sai do cargo contabilizando 2,5 bilhões de reais em obras
Secretário sai do cargo contabilizando 2,5 bilhões de reais em obras |  Foto: Divulgação/Luiz Carlos

O Secretário de Obras e Infraestruturas de Salvador (Seinfra), Luiz Carlos, irá sair da pasta nesta sexta-feira (5). O gestor contabiliza 2,5 bilhões de reais em obras iniciadas e entregues em território soteropolitano durante sua gestão.

Luiz foi eleito vereador por três mandatos e assumiu o comando da pasta por duas oportunidades, entre 2021 e 2022 e entre 2023 até o presente momento. Ao todo, mais de 200 obras foram construídas ou iniciadas, abrangendo infraestrutura viária, pavimentação, drenagem, contenção de encostas, requalificação ou construção de espaços públicos, entre outras.

"Mais do que fazer obra, nós entregamos soluções para a vida das pessoas. Foi o caso do Complexo Viário Rei Pelé, que faz a ligação entre a Rua Lucaia e as avenidas Anita Garibaldi e Vasco da Gama. A obra garantiu mais fluidez no trânsito e as intervenções de macrodrenagem acabaram definitivamente com os alagamentos na região. Entregamos 92 contenções de encostas, temos 41 em execução e 57 autorizadas, um investimento de R$ 179 milhões na proteção de vidas”, comentou o secretário.

Mais de 5 mil famílias foram beneficiadas com o programa Casa Legal, recebendo suas escrituras, e 36 mil estão com os processos em andamento. Segundo Luiz Carlos, a requalificação do Mercado Modelo e a construção da Casa da Mulher Brasileira fazem parte do pacote de valorização cultural e histórica.

O gestor também avaliou que as ilhas foram alvo de bastante atenção durante o período em que atuou na Seinfra. "Ilha de Maré recebeu uma série de intervenções, como contenção de encostas em Praia Grande e a construção do píer de Bananeiras. Esse era o único local da ilha que não tinha píer. As pessoas tinham que descer no mar, e sair caminhando com a água na canela. Hoje, todos podem embarcar ou desembarcar com mais conforto e segurança”, avaliou.

Ainda existem obras que foram iniciadas, como o novo Mané Dendê, a Arena Esportiva, na Boca do Rio, e o Mercado Municipal, entre outras.

exclamção leia também