28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Não curtiu - 26/08/2023, 12:47 - João Grassi - Atualizado em 26/08/2023, 13:30

Robinson Almeida critica Bruno Reis: "Inviabiliza Salvador"

Para o petista, decreto da Liberdade Econômica não garante a melhora nos negócios da capital baiana

Robinson Almeida, pré-candidato do PT à prefeitura de Salvador
Robinson Almeida, pré-candidato do PT à prefeitura de Salvador |  Foto: Divulgação

Robinson Almeida (PT), deputado estadual e pré-candidato à prefeitura de Salvador, avaliou que o decreto da Liberdade Econômica (nº 37.347), assinado pelo prefeito Bruno Reis (UB), e publicado no Diário Oficial do Município na sexta-feira (25), não garante a melhora no ambiente de negócios na capital baiana.

Segundo o Robinson, a cidade continua cara e pouco atrativa para investidores. O petista citou como exemplo o IPTU e os impostos municipais e afirma que a gestão do prefeito fez Salvador perder 15 posições e ficar em 208º lugar na classificação geral do Ranking de Competitividade dos Municípios.

"O ambiente de negócios e a atração de novos investimentos em Salvador só será efetivo quando o prefeito rever a elevada carga tributária, a exemplo do IPTU, do setor produtivo. Não é apenas a burocratização, é a alta taxação que inviabiliza o desenvolvimento econômico de Salvador", opinou Robinson.

O estudo foi realizado pelo Centro de Liderança Política (CLP), em parceria com a Gove e a Seall, na semana passada, e também apontou, que a capital do estado ficou em 17º lugar entre as capitais brasileiras.

"Reflexo desse quadro é que nossa capital deixou de ser competitiva, inclusive no nordeste, e, sem oportunidades, viu 257 mil soteropolitanos deixar nossa cidade em busca de oportunidade em outros municípios, como revelou o último senso do IBGE", enfatizou o pré-candidato.

exclamção leia também