28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

VIRA-CASACA - 21/08/2023, 17:20 - Da Redação

Mauro Cid quer ‘se sair’ com decisão sobre Bolsonaro

O ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, Mauro Cid está detido desde maio deste ano

O ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, Mauro Cid está detido desde maio deste ano
O ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, Mauro Cid está detido desde maio deste ano |  Foto: EVARISTO SÁ/AFP

Responsável pela defesa do advogado do tenente-coronel Mauro Cid, Cezar Bitencourt, comentou, nesta segunda-feira (21), que o ex-ajudante de ordens vai abrir o jogo e admitirá ter recebido ordem do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). O caso envolveu a situação das joias.

“É uma confissão. [Cid] vai admitir. As provas estão aí, ele vai admitir. Mas isso é início de conversa. Nem falei com o delegado que está com a investigação”, relatou Bitencourt, em entrevista à CNN.

Ainda conforme o advogado, o ex-ajudante de ordens, preso desde maio deste ano, teria ouvido a seguinte frase de Bolsonaro: “Resolve isso aí, Cid”.

Leia Mais

Mensagens apontam que Bolsonaro sabia da venda das joias

"Sei dos riscos que corro no Brasil", diz Bolsonaro durante evento

"Não vai dedurar Bolsonaro", diz defesa de Mauro Cid

“[Cid] efetuou a venda do relógio nos EUA, daí ia trazer para cá o resultado. Ele era assessor do chefe. Fez isso e procurou entregar para quem o determinou que fosse feito a venda”, acrescentou.

Além disso, o advogado indicou que vai ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda. A proposta será agendar uma audiência com o ministro Alexandre de Moraes, relator do caso na Corte.

exclamção leia também