29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Papo exclusivo - 25/11/2023, 07:00 - Cássio Moreira

"Matéria-prima é a verdade", larga Robinson sobre comunicação petista

Deputado estadual fala ao Portal MASSA! sobre mudança do perfil das peças publicitárias na Bahia

Deputado foi secretário de Comunicação da Bahia
Deputado foi secretário de Comunicação da Bahia |  Foto: Rafaela Araújo/Ag. A TARDE

Secretário de Comunicação no governo Jaques Wagner (PT), o hoje deputado estadual Robinson Almeida (PT) falou sobre a mudança de perfil na 'venda' da imagem da Bahia para o mundo durante as gestões petistas no estado. Em conversa com o Portal MASSA!, o parlamentar afirmou que a "verdade" é a matéria-prima desse novo modelo de comunicação.

Leia mais:

Robinson defende legado do PT na Bahia: "Não havia planejamento"

Robinson ainda atribuiu a Wagner a missão de democratizar a Bahia a partir de 2007 e, por sua vez, democratizar a comunicação. Ele também alfinetou o chamado 'carlismo', grupo liderado pelo senador Antônio Carlos Magalhães (m.2007).

"O governador Jaques Wagner foi eleito para democratizar a Bahia, pra republicanizar a Bahia. Antes dele, a Bahia tinha um dono, era uma oligarquia que comandava nosso estado, e a comunicação tinha que refletir esse novo momento, esse novo projeto. Então, democratizar a Bahia é democratizar a comunicação junto", iniciou o deputado, que completou.

"Implementamos uma política de investimento contemplando todo o estado, não apenas os grandes centros urbanos, valorizando as mídias tradicionais, como rádio que tinha força naquela época, e também incentivando essa nova mídia, a mídia digital, que ganhou força e espaço, e hoje é uma realidade. A matéria-prima era a verdade, mostrar o que é a Bahia, de fato, que o seu povo é negro, é originário, e que nós nos orgulhamos dessa história e dessa memória ancestral que faz o que nós somos hoje: uma Bahia diversa, da capital, do sertão, do trabalho, e esse foi o retrato que conseguimos implementar enquanto estratégia de comunicação. Creio que deu certo, tanto é que ajudou na renovação dos mandatos petistas ao longo desses 20 anos", explicou Robinson Almeida.

Comunicação e eleições de 2024

Pré-candidato petista ao Palácio Thomé de Souza, Robinson Almeida afirmou, ao ser questionado sobre como a mudança na comunicação do governo estadual pode impactar na disputa pela Prefeitura de Salvador, em 2024, que o que está em jogo é o interesse da população na solução de problemas estruturais da capital, como saúde e educação.

"Eu creio que nas eleições municipais, a população tem um maior interesse pelos temas municipais. As pessoas querem saber como vai resolver o problema do posto de saúde do seu bairro, a creche que falta pra seu filho, a demora do transporte. Os temas municipais são preponderantes numa disputa de prefeitura no ano que vem. É óbvio que nós vamos apontar os problemas e apresentar as soluções técnicas e o financiamento delas, porque nós somos a candidatura que tem a companhia do governador Jerônimo e do presidente Lula. Portas abertas para levar projetos e apoio, diferente do atual grupo, que oposição sistemática ao governador e ao presidente", afirmou o pré-candidato petista, que ainda explicou a força dos símbolos do partido.

"O chefe do grupo já se colocava como governador eleito e não combinou com a população, com os eleitores, e tirou uma grande derrota. Temos que ter humildade, as pesquisas são fotografias do momento. Todos se lembram que o atual governador, quando foi lançado, ele não pontuava, e a campanha o transformou em governador. O PT tem uma força emblemática dos símbolos e do número 13, a relação com o presidente Lula, amado pelo povo baiano. Tudo isso nos faz ter prudência de fazer uma campanha pé no chão e apresentar um programa alternativa para a cidade, porque queremos mudar Salvador e mostrar que uma outra Salvador é possível", pontuou.

exclamção leia também