30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Xiii! - 25/03/2024, 18:28 - Da Redação

Ida de Bolsonaro para embaixada da Hungria vira alvo da PF

Visita ocorreu logo após tentativa de golpe no dia 8 de fevereiro

Vídeo flagra Bolsonaro entrando em embaixada
Vídeo flagra Bolsonaro entrando em embaixada |  Foto: Reprodução/New York Times

A Polícia Federal (PF) irá investigar a ida do ex-presidente Jair Bolsonaro à embaixada da Hungria, um país com um governo conservador e de extrema-direita em Brasília. Vídeos dele chegando ao local foram divulgados pelo New York Times.

O ex-presidente teria passado duas noites na embaixada. O grande problema da situação é que ele ficou hospedado lá nos dias 12 e 14 de fevereiro, muito próximos da tentativa de golpe ocorrida no dia 8 do mesmo mês. Vale ressaltar que uma vez na embaixada, Jair não poderia ser preso, já que o endereço fica fora da área de atuação das autoridades locais e é usado como refúgio político em muitos casos.

Segundo a defesa de Bolsonaro, ele esteve no local apenas para "manter contato com autoridades do país amigo". O ex-presidente estava acompanhado do embaixador da Hungria, dois seguranças e alguns outros membros da equipe diplomática.

Confira nota da defesa de Bolsonaro na íntegra:

O ex-Presidente da República, Jair Bolsonaro, passou dois dias hospedado na embaixada da Hungria em Brasília para manter contatos com autoridades do país amigo.

Como é do conhecimento público, o ex-mandatário do país mantém um bom relacionamento com o premier húngaro, com quem se encontrou recentemente na posse do presidente Javier Milei, em Buenos Aires.

Nos dias em que esteve hospedado na embaixada magiar, a convite, o ex-presidente brasileiro conversou com inúmeras autoridades do país amigo atualizando os cenários políticos das duas nações.

Quaisquer outras interpretações que extrapolem as informações aqui repassadas se constituem em evidente obra ficcional, sem relação com a realidade dos fatos e são, na prática, mais um rol de fake news.

São Paulo, 25 de março de 2024.

exclamção leia também